MEI: conheça dicas infalíveis para alavancar seu empreendimento

Os empreendedores que regularizaram o seu negócio e se tornaram microempreendedor individual, mais conhecido como MEI, nem sempre sabem sobre gestão para ajudar a alavancar o seu negócio. Conheça dicas importantes nesse sentido, divulgada pelo portal VAE do G1. 

MEI: conheça dicas infalíveis para alavancar seu empreendimento
MEI: conheça dicas infalíveis para alavancar seu empreendimento (Imagem:Reprodução/Google)

Organização, planejamento e estratégias para fidelizar clientes são alguns dos fatores que podem impulsionar uma micro-empresa. Separamos algumas dicas para esses empreendedores, baseados nas informações transmitidas no VAE.

Leia Também: Saque do PIS/PASEP pode ser feito por MEI? Veja as regras

1- Cumpra suas obrigações em dia

O MEI oferece benefícios como auxílio-doença e salário-maternidade, além de outros. Porém, para usufruir é necessário que sejam cumpridas algumas obrigações.

Uma dessas obrigações é realizar o pagamento mensal do Documento de Arrecadação Simplificada (DAS), garantindo vantagens de ser MEI. É necessário fazer o Relatório Mensal de Receitas Brutas, em que você vai registrar mensalmente as receitas de sua empresa.

Anualmente, o empreendedor deverá declarar à Receita Federal seu faturamento. Isso deve ser realizado por meio da Declaração Anual Simplificada do MEI (DASN-SIMEI). 

É preciso certificar-se de que sua documentação está em dia, o que inclui alvará de funcionamento da prefeitura e o Certificado da Condição de Microempreendedor Individual (CCMEI).

2- Conheça o seu negócio

É preciso entender o funcionamento da sua empresa, entenda o seu cliente, quem ele é e o que ele deseja. Entenda em que o seu negócio é útil para os clientes.

Observe a concorrência, ande pelo bairro para saber e mapear onde estão os estabelecimentos que oferecem produtos e serviços semelhantes ao seu. 

Pesquise os preços, seu horário de funcionamento e por fim busque formas de se diferenciar. 

Anote tudo o que foi comprado pelos fregueses e o que deixou de vender, essas informações irão lhe ajudar na hora de realizar o cálculo de quanto precisa vender.

3- Busque novos clientes e fidelize os que já tem

Para fazer com que os clientes voltem, seja atencioso. Pense como se você fosse o cliente. 

Amplie a gama de seus produtos quando avaliar que isso pode melhorar a experiência em seu estabelecimento e ofereça promoções e cartões fidelidade. 

Além disso, invista em divulgação para buscar novos clientes, como nos meios digitais, folhetos e fotos do produto podem ajudar.

4-Tenha administração

Tenha disciplina no momento de fazer as anotações sobre entradas e saídas de dinheiro. Se realizar compras, guarde as notas para a contabilidade. No final do dia, organize as informações e assim conseguirá verificar o quanto lucrou. 

É importante guardar uma parte do lucro, para dias em que tiver mais receita pagar os fornecedores sem problemas. E nunca misture orçamento pessoal com o profissional.

5- Negocie com fornecedores e faça parcerias

Escolher o fornecedor pode ser decisivo para o sucesso do seu negócio, mas é necessário fazer a avaliação de uma série de coisas como pontualidade na entrega, prazos e condições de pagamento diferenciados. 

Leia Também: Concurso público da Aeronáutica é anunciado com 220 vagas

É preciso estabelecer uma relação que vá além dos negócios, procure ser parceiro que pode lhe garantir vantagens.

Jheniffer FreitasJheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.