Caixa Econômica lança nova linha de crédito para as construtoras

Nesta quarta-feira (12), a Caixa Econômica Federal lançou uma nova linha de crédito para as empresas que pertencem ao setor da construção civil. A novidade promete movimentar o setor nos próximos meses. 

Caixa Econômica lança nova linha de crédito para as construtoras
Caixa Econômica lança nova linha de crédito para as construtoras (Imagem:Reprodução/Google)

A nova linha de crédito oferecida para o setor terá algumas regras como: atenderá apenas as pessoas jurídicas, será baseada no Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que é considerada a inflação oficial do país.

Leia Também: Caixa Econômica anuncia linha de crédito imobiliário diferenciada

As construtoras terão acesso ao sistema a partir da próxima segunda-feira (17).  Segundo a Caixa Econômica, as operações que serão realizadas por meio dessa nova linha de crédito terão as seguintes taxas anuais:

  • 3,7% para as empresas que optarem por receber o dinheiro do banco;
  • 7,8% mais a variação do IPCA para as empresas que recebem o dinheiro em outro banco.

Antes, as taxas de crédito para as empresas do setor de construção civil eram as tradicionais e estavam atreladas apenas à Taxa Referencial (TR).

A medida tem como objetivo oferecer alternativas para que as empresas possam descobrir qual dessas linhas de crédito é mais eficiente para o seu negócio.

Em entrevista ao portal G1, o presidente do banco, Pedro Guimarães, comentou sobre essa ofertas de crédito para as empresas do setor.

“Quanto mais opções nós oferecemos, mais você vai conseguir discutir qual é mais eficiente. […] A gente imagina que haverá uma capacidade de melhora no produto e uma redução potencial de uma linha em detrimento da outra”, afirmou o presidente da Caixa, Pedro Guimarães.

Na quarta-feira (12), o banco divulgou também a redução dos juros que serão cobrados nas operações baseadas na Taxa Referencial (TR).

De acordo com a Caixa, a queda é de 2,75 pontos percentuais para os clientes que manterem um relacionamento com o banco. Em outras situações, a taxa mínima passará de 13,25% para 11,75% ao ano, somando a taxa referencial.

Leia Também: Saque PIS 2020: veja quais documentos levar para receber o abono

Além disso, as construtoras poderão acessas outras modalidades de empréstimos com índices de correção diferenciados, como o Certificado de Depósito Bancário (CDI), mais próximo à Selic (taxa de juros básica da economia), atualmente em 4,25% ao ano.

Além do Índice de Preços ao Consumidor (IPCA), já ofertado aos consumidores desde agosto do ano passado.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA