Nubank, Original e mais: como os bancos digitais cresceram no mercado?

Você já ouviu falar em bancos digitais? Provavelmente sim. Nos últimos 5 anos, o mercado financeiro vez se reformulando no Brasil, graças a criação e propagação das fintechs. Tratam-se de plataformas bancárias que permitem que seus usuários realizem os tradicionais serviços de forma mais ágil, rápida e muitas vezes livres de taxas. Entre as marcas mais conhecidas, estão o Nubank, Neon, C6 Bank, Banco Inter, entre outras.

Nubank, Original e mais: como os bancos digitais cresceram no mercado? (Imagem: Reprodução - Google)
Nubank, Original e mais: como os bancos digitais cresceram no mercado? (Imagem: Reprodução – Google)

O Nubank até então é considerado como o mais querido nacionalmente. Atualmente, a rede já contabiliza 20 milhões de clientes, oferecendo um cartão de crédito sem anuidade, conta inteiramente digital, programa de pontos e demais regalias por meio de suas ações promocionais.

Leia também: Nubank ganha tecnologia para melhorar aplicativo financeiro

Um dos principais atrativos da marca é a desburocratização de seus serviços. Os clientes NU conseguem criar suas contas sem precisar passar por uma aprovação ou análise financeira, aumentando ainda mais o número de pessoas na rede.

Além disso, o cartão de crédito Nu é considerado como o grande primeiro passo da inovação de cartões no mercado brasileiro.

Seus titulares estão ausentes de taxas de pagamento, podem parcelar as próprias parcelas, aumentar e diminuir o limite do serviço na hora que quiser, sem precisar passar por filas e demais desgastes tradicionalmente conhecidos nas instituições tradicionais.

Outro grande nome nesse mercado é o Inter, que já conta com mais de 4 milhões de clientes. Somente no último ano, a marca conquistou mais de 1,45 novos usuários e tem uma expectativa de dobrar sua quantia total para 8 milhões em 2020.

Segundo Priscila Salles, diretora de marketing e CRM, o alto nível de desbancarização no país é uma oportunidade para fisgar novos clientes. “Os bancos digitais ficaram mais conhecidos em 2019, mas agora o maior desafio é como se diferenciar”, observa.

Visando atrair ainda mais clientes, a marca criou o “Super App”. Uma plataforma que conta com mais de cem lojistas, fornecendo descontos em produtos e serviços, desde aluguel, passagens áreas, até utensílios de moda.  “Hoje, o aplicativo é a vida das pessoas e oferece cada vez mais conveniência”, explicou a diretora.

Indo na mesma direção do Nubank e Inter, o Banco Original já contabiliza mais de 3 milhões de clientes, que na grande maioria das vezes, segundo Raul Moreira, diretor-executivo de tecnologia da informação, produtos e operações do banco, vem das instituições tradicionais.

Ele explica que um ambiente mais prático, dinâmico e tecnológico vem conquistando cada vez mais os brasileiros, que buscam por facilidade na hora de administrar as contas.

Para que possa efetivamente ser o principal banco do cliente, é preciso ter uma solução completa”, explicou o gestor.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA