IPVA 2020 pode ser consultado na internet; aprenda como no passo a passo

Proprietários de veículos de todo o país devem ficar atentos ao pagamento do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, o IPVA 2020. O tributo é cobrado anualmente e o pagamento é obrigatório. Mas, para realizar o procedimento é necessário ter em mãos o boleto.

IPVA 2020 pode ser consultado na internet; aprenda como no passo a passo (Reprodução/Google Imagens)
IPVA 2020 pode ser consultado na internet; aprenda como no passo a passo (Reprodução/Google Imagens)
publicidade

Seguindo a tendência mundial da digitalização, alguns estados já suspenderam o envio dos carnês de pagamentos para as residências dos contribuintes.

Para obter o documento é necessário acessar site tanto do Detran, Departamento Estadual de Trânsito (Detran) do estado ou da Secretaria Estadual da Fazenda.

Leia também: IPVA AL 2020: pagamento com desconto termina nos próximos dias 

Mesmo assim, alguns governos estaduais permitem o acesso da documentação por dois meios, tanto os digitais quanto os físicos. Realizando mutirões de impressões e disponibilizando espaços para a retirada de segunda via do documento.

Entre um dos estados que garante a emissão online, é o do Rio de Janeiro. Para emitir a Guia de Recolhimento para pagamento basta acessar o site do Detran RJ.

Passo a Passo para emissão do IPVA 2020

É necessário seguir os seguintes passos para a emissão do boleto:

  • 1 – Entrar no site do DETRAN RJ e clicar no menu “Veículo”.
  • 2 – No menu lateral clicar na opção IPVA
  • 3 – Em seguida, clicar sob a opção “Consulta”

4 – Logo após será redirecionado para a página do Bradesco, banco responsável pelo recolhimento. Nesta etapa, o usuário deverá descer a página até encontrar a opção “Detran RJ”;

  • 5 – Quando o menu abrir, desça a página e clique em gerar boleto. Agora será aberta uma nova guia.

6 – Nesta etapa, realize o preenchimento das seguintes informações:

  • Número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Esse número também é usado para o pagamento do tributo junto à rede bancária, em estados que têm esse tipo de convênio;
  • Código de verificação com os dígitos nos quais aparecerem. Este ponto serve para identificar se o solicitante não é um robô.

Em alguns casos podem solicitar o número da placa do veículo. Com elas em mãos, é possível realizar a consulta e impressão dos boletos de pagamento.

Pagamentos podem ser realizado de forma à vista ou parcelada. Dependendo do estado, os contribuintes que desejarem realizar o pagamento em cota única ganham desconto que chegam em até 20%. Já os parcelamentos podem ser feitos sem juros em até 10 vezes em algumas localidades.

O valor do imposto é definido de acordo com as alíquotas de cada estado, que incidem sobre determinado tipo de veículo.

Ainda é considerada a tabela de preços de mercado, a tabela Fipe. Com essas duas informações, o estado consegue garantir a formulação do valor a ser pago.

Ainda há um público que é isento do pagamento. Os perfis variam de estado para estado. Para conferir, é importante acessar o site do Detran e observar as regras. A garantia do benefício é dada para os que apresentarem as documentações necessárias para comprovação ao órgão responsável.

AvatarREDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.