Empréstimo financeiro se tornou mais fácil com nova modalidade do mercado

Após o mercado oferecer uma nova modalidade de empréstimo financeiro se tornou mais fácil a ação de pessoas físicas emprestem dinheiro com juros para outras. Já é possível realizar a conexão desses lados por meio de aplicativos. Essa nova modalidade recebeu o nome de sociedade de empréstimo entre pessoas. O que já é muito conhecido com agiotagem. 

Empréstimo financeiro se tornou mais fácil com nova modalidade do mercado
Empréstimo financeiro se tornou mais fácil com nova modalidade do mercado (Imagem:Reprodução/Google)

O portal G1 elaborou uma matéria e entrevistou algumas pessoas que adotaram essa modalidade. 

A investidora Ivete Turola, é moradora de São Paulo e emprestou a chef de cozinha Valéria Rubio, que vive no interior paulista. Ambas nunca se viram e fecharam o negócio por meio de um aplicativo que une as duas.

Saiba também: Banco Central prepara modalidade de pagamento rápida e segura

Valéria apontou que a vantagem é que o custo do empréstimo é baixo. Ela pegou R$1 mil e vai realizar o pagamento em quatro meses com juro mensal de 4%, uma taxa menor do que a média do crédito pessoal, que está em 6%.

De acordo com informações fornecidas pelo Banco Central, há algumas instituições que chegam a cobrar até 27% de juros ao mês.

Valéria comentou sobre as vantagens dessa nova forma de emprestar dinheiro.“O que a gente quer? Pagar mais barato. Vou comprar equipamento, utensílios, coisas que eu preciso para fazer as minhas pizzas”, disse.

Já para a investidora Ivete, a vantagem de realizar esses empréstimos fez com que ela ganhasse mais que em outras aplicações. “Renda fixa tem taxas, hoje em dia de no máximo 1%. E na minha operação eu vou ter um retorno de 3,45%. Então, é bem maior”, disse Ivete.

O governo deu o aval para esse tipo de empréstimo financiamento no ano de 2018. As plataformas que desejam intermediar essa relação devem ter a autorização do BC para operar. 

Apesar disso é necessário estar ciente dos riscos, pois não há uma garantia de que o emprestador irá receber.

Algumas ações que podem diminuir as chances de calote, como realizar a análise do histórico de quem está solicitando o empréstimo e ser mais criterioso ao realizar o empréstimo para que esse dinheiro volte.

Aqueles que realizam o pagamento em dia, podem conseguir juros menores na próxima vez que solicitar a operação. 

O cofundador da empresa, Marcelo Villela, contou como funciona a plataforma.

“Aqui é uma plataforma onde bons pagadores encontram bons poupadores. Ele nunca vai querer dar o cano aqui, porque passa a ser um lugar seguro onde ele pode procurar dinheiro no caso de uma emergência”, explicou.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA