Mudanças no cálculo do salário mínimo foram propostas por qual motivo? Entenda! 

O salário mínimo passou a ter novo valor a partir do dia 1 de janeiro. Mais tarde, foi comunicado um novo aumento para o piso nacional. Com isso, passou de R$1.039 para R$1.045. Entenda o motivo das mudanças no cálculo do salário mínimo. 

Mudanças no cálculo do salário mínimo foram propostas por qual motivo? Entenda! 
Mudanças no cálculo do salário mínimo foram propostas por qual motivo? Entenda!  (Imagem: Reprodução / Google)

O reajuste do salário mínimo leva em consideração a inflação calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), acumulado entre janeiro e dezembro do ano anterior ao que está em vigor. Essa regra obrigou o governo a rever o salário mínimo deste ano de 2020.

Inicialmente o salário que era de R$998 em 2019, foi para R$1.039 no início deste ano. Porém, ao divulgar o INPC do ano passado, verificou-se que o salário ficou menor que a inflação, isso fez com que essa perda tirasse o poder de compra da população. 

Leia também: Correção do salário mínimo é marcado por posicionamento firme de Bolsonaro

Para que o cálculo no salário mínimo fosse mais justo, o governo anunciou que seria realizada uma nova correção. Sendo assim, o piso saiu de R$1.039 para R$1.045.

Em entrevista, Waldery Rodrigues Junior, secretário do Ministério da Economia. Informou que neste ano haverá mudanças para o cálculo do mínimo.

“Vamos alterar a sistemática de correção do salário mínimo. Vamos mudar sem que haja nenhuma perda para o trabalhador”, declarou ele, explicando que o período utilizado como referência para correção pode ser, por exemplo, de dezembro de um ano prévio até novembro do seguinte.

Caso fosse seguido esse formato, neste ano o mínimo seria calculado de dezembro de 2018 até novembro de 2019, com validade do novo valor a partir de janeiro de 2020.

Essa prática, evitaria que a correção continuasse sendo realizada com base na previsão do governo para o INPC. E mudanças repentinas, como aconteceu no início deste ano, seriam evitadas. 

“[A proposta] vai ser encaminhada via projeto de lei ao Congresso Nacional até agosto. Vai ser uma política de salário mínimo. Muda a janela de doze meses. A diretriz básica é que temos de ter transparência, cautela, e manter o que a Constituição diz. Nossa politica é não ter nenhuma perda de poder aquisitivo para quem ganha mínimo, ou acima do mínimo”, declarou Waldery aos jornalistas.

 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Mudanças no cálculo do salário mínimo foram propostas por qual motivo? Entenda! 

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA