IPVA DF 2020: antecipe a 1° parcela e ganhe descontos incríveis

Os brasilienses que anteciparem a 1ª parcela do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores (IPVA DF 2020) podem ganhar descontos vantajosos no pagamento. 

IPVA DF 2020: antecipe a 1° parcela e ganhe descontos incríveis
IPVA DF 2020: antecipe a 1° parcela e ganhe descontos incríveis Foto: Felipe Menezes

Os motoristas que optarem por realizar o pagamento do IPVA DF 2020 à vista poderão ter o desconto de 5%, se quitarem o débito até o dia 17 de fevereiro. 

Além disso, o contribuinte pode parcelar o imposto em até três vezes. A parcela não poderá ter o valor menor que R$50. Caso o valor seja menor que R$100, o imposto será cobrado em cota única em fevereiro. 

Veja também: Reembolso do DPVAT: dobra número de contribuintes com direito ao valor

As datas de vencimento das parcelas foram definidas com base no número final da placa do veículo. Veja o calendário do IPVA DF 2020:

Os motoristas devem ficar atentos, pois a emissão do boleto só poderá ser retirada por meio da internet. 

Para acessar o boleto, basta o contribuinte acessar o site da Receita, o aplicativo Economia DF, do Banco de Brasília (BRB) ou no Banco do Brasil. Mas para isso, é necessário informar a placa do carro e o número do Renavam do veículo.

O IPVA DF 2020 é um imposto estadual e por isso, suas regras de funcionamento como data limite para pagamento, número de parcelas e etc., são definidas pelo governo estadual. 

Os valores variam de acordo com a tabela feita pela Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas, mais conhecida como tabela Fipe. Considerando esses dados, o governo multiplica o valor de venda do automóvel pelas alíquotas que determina em sua legislação 

Caso o pagamento do tributo não seja feito, será realizado o acréscimo de multa e juros sobre os valores não quitados. Além disso, sem realizar esse pagamento o motorista não pode licenciar o seu carro.

O proprietário ainda corre o risco de ter o bem apreendido, caso seja parado por autoridades em uma blitz. Já que trafegar com o documento vencido é considerada multa gravíssima. 

O proprietário do veículo ainda vai ter o seu nome inscrito em dívida ativa, assim, não poderá solicitar crédito nos bancos. 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.