Restituição do Imposto de Renda 2020: pessoas com deficiência poderão ganhar prioridade

As pessoas com deficiência poderão ganhar prioridade na hora da restituição do Imposto de Renda 2020. O Projeto de Lei (PL) 6.569/2019, do ex-senador Vital do Rêgo, é o responsável pela ideia e está em análise pela Comissão de Direitos Humanos (CDH). O objetivo é determinar a preferência para pessoas com deficiência na liberação da restituição do IR. 

Restituição do imposto de Renda 2020: pessoas com deficiência poderão ganhar prioridade
Restituição do imposto de Renda 2020: pessoas com deficiência poderão ganhar prioridade (Imagem: Reprodução/Google)

Essa proposta altera a lei de tributos federais número 9.250, de 1995, para que as pessoas com deficiência e para que os idosos, nessa ordem, tenham prioridade na hora de receber os lotes pagos pela restituição. 

O ex-senador Rêgo destacou que o poder público federal tem obrigação constitucional de cuidar da saúde, da assistência pública e da proteção das pessoas com deficiência. 

Leia também: IRPF 2020: 10 milhões poderiam estar isentos se governo tomasse decisão

De acordo com ele, essas garantias devem ser expressas por intermédio de políticas públicas consistentes que possam assegurar condições especiais para inserir estas pessoas na sociedade e assim diminuir ou até eliminar as barreiras decorrentes das suas limitações.

Em entrevista à Agência Senado, o ex-senador Vital Rêgo comentou sobre o seu projeto.

“Uma das maneiras mais fáceis de suprir a desigualdade que aflige os portadores de deficiência é a de lhes proporcionar alguma vantagem temporal no recebimento da devolução do Imposto de Renda”, declarou.

A proposta inicial, PLS 571/2011, foi aprovada no Senado no ano de 2013. Na Câmara dos Deputados, ela recebeu uma emenda na Comissão de Finanças e Tributação para que assim fosse garantida a prioridade a esse público, e até mesmo sobre os idosos, que já possuem a sua preferência garantida pelo Estatuto do Idoso, na Lei 10.741, do ano de  2003.

Caso o projeto seja aprovado na CDH, ainda deve seguir para a análise na Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) e para a votação no Plenário, depois disso ele será colocado em prática.

Restituição do Imposto de Renda 2020

A restituição é paga a todos os contribuintes do IRPF que no momento da declaração informaram uma série de deduções, isto é, de gastos que possibilitaram descontos no valor a ser pago de imposto.

Como a declaração só é analisada depois que o cidadão envia e faz o pagamento, a Receita Federal aplica o desconto e faz a “devolução” da quantia paga à mais, por meio da restituição do Imposto de Renda.

Os valores são divididos em lotes, pagos de julho a dezembro. Quem fizer a entrega antes, tem direito a receber o dinheiro nas primeiras liberações.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Restituição do Imposto de Renda 2020: pessoas com deficiência poderão ganhar prioridade

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA