Força tarefa do INSS traz como solução recrutar servidores aposentados 

Nesta terça-feira (28), o governo anunciou que será realizada a contratação de servidores da Previdência aposentados como uma forma de solucionar a fila de espera por benefícios. Este é apenas um dos métodos que serão adotados na força tarefa do INSS. 

Força tarefa do INSS traz como solução recrutar servidores aposentados 
Força tarefa do INSS traz como solução recrutar servidores aposentados (Imagem: Reprodução / Google)

Atualmente, o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) está com uma fila de espera de 1,3 milhão de pedidos de benefícios. 

A seleção de servidores aposentados foi proposta para complementar a contratação de militares da reserva que irão ajudar a reforçar o atendimento nas agências, medida já anunciada em 14 de janeiro.

Veja também:  Aposentadoria do INSS pode subir se o trabalhador seguir essas regras; veja!

Porém, não há previsão para realizar a contratação dos civis. O presidente Jair Bolsonaro deve editar dentro de uma semana, uma Medida Provisória (MP) para que esses servidores possam voltar a trabalhar. 

Depois disso, o Ministério da Economia vai realizar a regulação dessa contratação que será feito de forma voluntária, por edital de seleção para os interessados e não por convocação. 

Juntando civis e militares, o instituto poderá contar com o reforço de até 7 mil pessoas para ajudar a conter a fila. Esse número, é mais ou menos a quantidade de servidores que se aposentaram no INSS no ano de 2019.

A medida custará em torno de R$13 milhões a R$15 milhões por mês, não muito diferente dos R$14,5 milhões que foram divulgados inicialmente pelo secretário especial de Previdência e Trabalho, Rogério Marinho, quando anunciou a contratação de militares.

De acordo com Marinho, os servidores que se aposentaram no ano passado, cerca de 1,5 mil desses trabalhavam na concessão de benefícios.

O grupo terá a chance de fazer o mesmo serviço, de forma temporária e ajudar a analisar os benefícios represados há mais de 45 dias, prazo legal para que o órgão dê uma resposta para os segurados. 

Os servidores receberão R$57,50 por pedido avaliado, valor pago hoje, como um bônus de desempenho aos funcionários que trabalham fora do seu expediente.

Além disso, os ex-servidores especializados em atender e fazer triagem de documentação, não irão fazer análise de requerimentos. 

A expectativa do governo é que até o mês de outubro, esse estoque de benefícios reduza. Já que a força tarefa do INSS deve ser intensificada nos próximos meses. 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Força tarefa do INSS traz como solução recrutar servidores aposentados 

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA