Caixa Econômica estende prazo de pagamento e isenta cobranças de vítimas de desastres

Com a situação do desastre ambiente nos estados de Minas Gerias, Rio de Janeiro e Espírito Santo, no qual as fortes chuvas têm destruído as regiões. A Caixa Econômica Federal anunciou na última terça-feira (28) medidas de extensão de prazo de pagamento e isenção de cobranças para as vítimas dos desastres.

Caixa Econômica estende prazo de pagamento e isenta cobranças de vítimas de desastres
Caixa Econômica estende prazo de pagamento e isenta cobranças de vítimas de desastres

Entre as medidas, está a isenção dos serviços durante 3 meses, de forma automática, válida para pessoa física como para jurídica nas áreas atingidas pelo colapso ambiental.

Além deste, os clientes podem realizar a solicitação de pausa especial de até 60 dias nas seguintes operações: Penhor, CDC e Crédito Pessoal.

Leia também: Bolsa Família e FGTS serão antecipados em estado do Sudeste; saiba em quais casos

Ainda é oferecido a possibilidade da solicitação de carência para a 1ª parcela em novos contratos. No Crédito Consignado, as recontratações da operação serão sem a geração de parcela no mês.

Já nos contratos habitacionais, o banco oferece pausa estendida por até 90 dias no pagamento das parcelas de financiamentos habitacionais. Renegociações para incorporação das prestações no saldo devedor dos clientes inadimplentes, apoio para elaboração do trabalho social e engenharia também estão sendo oferecidas.

Além do suporte no acionamento de seguro habitacional, caso tenham contratado, e procedimento de pagamento de indenizações de forma imediata.

Para auxiliar no atendimento destas pessoas interessadas, as agências da Caixa Econômica irão estender o horário de atendimento e deslocará os caminhões-agência do banco, que trarão reforço bancário nas cidades.

Desastres ambientais

A situação em torno de Minas Gerais com as grandes chuvas que atingem a região já mataram 37 pessoas e feriram sete. Já outras 17 seguem desaparecidas. A Defesa Civil detalha que cerca de 9,6 mil pessoas estão desalojadas e 1,8 mil famílias desabrigadas.

No Espirito Santo a situação não é diferente. Já são oito mil afetados pela chuva. Governador do estado de Minas Gerais, Romeu Zema, lamentou o número de vítimas e afirmou que todas as unidades da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros de Minas Gerais estão mobilizadas para receber doações.

No último domingo, governo de Minas Gerais decretou situação de emergência em 47 municípios. Com isto, estas cidades ficam dispensados de licitação contratos para aquisição de bens em resposta às chuvas, além da prestação de serviços e realização de obras nas áreas afetadas. A medida tem prazo de validade de 180 dias e foi publicada no Diário Oficial do estado.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Caixa Econômica estende prazo de pagamento e isenta cobranças de vítimas de desastres

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA