Seguro desemprego na internet: aprenda a usar o serviço online

Governo federal cria ferramenta que possibilita fazer a solicitação do seguro-desemprego online. O Seguro Desemprego web permite que o profissional faça o pedido direto de sua residência, sem a necessidade de comparecer à uma agência do Ministério do Trabalho.

Seguro desemprego na internet: aprenda a usar o serviço online
Seguro desemprego na internet: aprenda a usar o serviço online

O sistema foi disponibilizado de forma parcial desde 2017, mas foi em 2018 que o sistema passou a ser 100% digital. A partir de então, os trabalhadores que foram demitidos sem justa causa podem dar entrada no benefício através da internet.

Leia também: Seguro desemprego bloqueado pelo FGTS será pago a partir de hoje!

Para consolidar a solicitação é necessário que o interessado faça o detalhamento de todos os documentos necessários e preencha as informações pessoais em um formulário eletrônico.

Podem usar o sistema qualquer trabalhador considerado adepto a receber o benefício. Os critérios podem ser observados no site da Caixa. A ferramenta também está disponível para  Pescador Artesanal, Bolsa de Qualificação Profissional, Empregado Doméstico e Trabalhador Resgatado (de um regime forçado ou trabalho escravo).

O passo inicial para ter acesso ao sistema é ter a noção sobre qual o número do requerimento do seguro. Este dado está presente no documento entregue pelo empregador na hora do desligamento da empresa. Ou em algumas situações especiais, o Governo Federal é o responsável por informar o número.

A solicitação pode ser toda realizada através da internet, desde que não haja inconsistência. A ferramenta atua como uma análise de dados do solicitante e informa, na hora, se o benefício pode ser concedido automaticamente ou não.

Para realizar a solicitação, é necessário que o interessado informe os dados com o acesso ao Portal Emprega Brasil. Nele, é necessário que o interessado realize o cadastro. Veja as etapas:

Cadastro – Clicando em “Quero me cadastrar”

Nesta fase é importante que o profissional detalhe as documentações pessoais básicas como CPF, nome completo, e-mail e telefone. Ainda é necessário responder a algumas perguntas sobre a vida laboral e previdenciária.

Solicitação – Clicando em “Solicitar Seguro-Desemprego”

Para isto, é necessário ter em mãos o requerimento, como número. Logo após informar os dados, basta seguir os oito passos apresentados na tela, confirmar a solicitação e obter um comprovante ao final do processo.

Validação da solicitação

Depois desta etapa o interessado terá a resposta sobre se o benefício foi concedido ou não. Caso sim, depósito do valor é realizado a partir de 30 dias contados após liberação do sistema.

A quantidade de parcelas varia de três a cinco meses, com valor e quantidade variando conforme o histórico do trabalhador.

Já, se o sistema acusar alguma necessidade de validar a documentação, o cidadão deve agendar uma visita a um posto presencial e levar os papéis solicitados para concluir o pedido, assim como na regra que vigorava até 2017.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.