Saque imediato do FGTS pode ser transferido para outro banco sem taxa; veja como

Novidades para os trabalhadores com saldo no Fundo de Garantia por Tempo de Serviço, e que ainda não fizeram o saque imediato do FGTS. A Caixa Econômica Federal implementou novo sistema que garante a transferência do benefício para qualquer banco sem a cobrança de taxa.

Saque imediato do FGTS pode ser transferido para outro banco sem taxa; veja como
Saque imediato do FGTS pode ser transferido para outro banco sem taxa; veja como

Desta forma, os beneficiários do saque-imediato podem realizar o procedimento de forma gratuita. A nova função já está disponível desde o último sábado (25) através do smartphone com o aplicativo do FGTS, da Caixa Econômica.

Ao baixar o aplicativo, disponível nas lojas Play Store e Apple Store, o trabalhador deverá realizar o cadastro na plataforma. É necessário informar o CPF e seguir as etapas definidas para o cadastro. Além deste dado, ainda é necessário inserir e-mail e nome completo.

Veja: Saque do FGTS impede recebimento do seguro desemprego? Entenda aqui!

Após esta etapa, o usuário deverá visualizar as informações referentes ao saque imediato do FGTS e realizar a transferência dos valores para a conta de interesse.

O procedimento também pode ser feito acessando o site do banco. Nesse caso, o usuário continua a ter obrigação de criar um login para registro e acesso às suas informações do fundo de garantia.

De acordo com o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, a modalidade faz com que o procedimento seja mais cômodo ao trabalhador na hora de receber o recurso. Sem a necessidade de comparecer até uma agência da rede ou em terminais autorizados.

Vale ressaltar que o benefício já está com o calendário de recebimento em prazo final. Os contemplados devem realizar saque ou transferência até o dia 31 de março. Caso contrário, os valores serão devolvidos ao governo.

Foram liberados pelo governo a possibilidade de realizar a retirada de até R$ 998 reais, considerando o valor do salário mínimo em 2019. A adesão ao saque imediato do FGTS foi realizada por 57,9 milhões dos 96 milhões de trabalhadores.

Com a transferência para a sua conta pessoal, o trabalhador pode usufruir do dinheiro na função débito do seu cartão. E mais, pode sacar nas agências do seu banco de confiança.

Quem optar pelo recebimento na Caixa Econômica Federal precisa obedecer dois fluxos, aqueles que desejam sacar até R$ 100 podem retirar a quantia nas casas lotéricas com o documento. Quem optar por R$500 ou R$998 por conta, deve apresentar o Cartão do Cidadão e documento de identidade.

Já nos caixas eletrônicos o limite de saque até R$ 998 por conta com senha do Cartão do Cidadão. Nas agências da Caixa Econômica os saques podem ser realizado em até R$ 998 por conta com documento de identidade.

A projeção do governo era de que os saques do FGTS injetassem R$ 40 bilhões na economia até 2020, sendo que R$ 28 bilhões seriam para 2019 e R$ 12 bilhões para este ano.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.