Salário do INSS com valor igual ao piso dá início a pagamento histórico 

Nesta segunda-feira (27), os aposentados e pensionista do Instituto Nacional do Seguro Social receberão o primeiro pagamento do salário do INSS do ano de 2020. Essa é a primeira vez que os benefícios são depositados com valor acima dos R$ 1 mil para quem recebe o piso. 

Salário do INSS com valor igual ao piso dá início a pagamento histórico 
Salário do INSS com valor igual ao piso dá início a pagamento histórico

O pagamento se inicia na segunda-feira e vai até o dia 7 de fevereiro. As datas de pagamento variam de acordo com o número final do benefício, excluindo o dígito.

Saiba também: Prova de vida do INSS vira alvo de fake news; veja como não cair no golpe 

Irão receber esse reajuste primeiro os segurados que ganham até um salário mínimo, que passou de R$998 em 2019 para R$1.039 neste ano. Para essa categoria de aposentados o aumento foi de 4,1%.

Confira o calendário de janeiro para benefícios cujo salário do INSS são iguais ao piso federal:

  • Final 1: 27 de janeiro 
  • Final 2: 28 de janeiro 
  • Final 3: 29 de janeiro 
  • Final 4: 30 de janeiro 
  • Final 5: 31 de janeiro 
  • Final 6: 3 de fevereiro 
  • Final 7: 4 de fevereiro 
  • Final 8: 5 de fevereiro 
  • Final 9: 6 de fevereiro 
  • Final 0: 7 de fevereiro 

Aqueles que ganham acima de um salário mínimo, receberão no mês de fevereiro, sendo finalizados os depósitos apenas no dia 7. 

Para esses aposentados, o aumento será de 4,8% conforme o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Confira o calendário para benefícios acima de um salário mínimo:

  • Finais 1 e 6: 3 de fevereiro 
  • Finais 2 e 7: 4 de fevereiro 
  • Finais 3 e 8: 5 de fevereiro 
  • Finais 4 e 9: 6 de fevereiro 
  • Finais 5 e 0: 7 de fevereiro.

A partir de 1° de fevereiro entra em vigência um novo piso no país, logo o salário do INSS também será alterado. O pagamento mínimo passa a ser de R$1.045, mas será válido apenas na folha de março que contabiliza os dias de seguro ao longo de fevereiro.

Os segurados que começaram a receber em fevereiro do ano passado os reajustes dos valores acima do salário mínimo irão variar de acordo com o mês em que o benefício foi concedido. 

E estes devem ficar ligados, pois há um prazo para que eles possam retirar esse dinheiro da conta. São até 60 dias para realizar o saque desse dinheiro nas agências bancárias do país. O prazo começa a valer na data em que for realizado o pagamento do benefício.

Se o segurado não fizer a retirada durante esse período estipulado, o dinheiro será devolvido para o INSS. Caso isso aconteça, é necessário realizar a solicitação do depósito novamente. 

O pedido do desbloqueio pode ser feito pelo portal Meu INSS ou pela central telefônica 135. Nesses portais, o beneficiário precisa informar dados como nome e CPF.

Ao logar no site, o segurado precisa escolher a opção “Agendamentos/Requerimentos” e escolher “Novo Requerimento”. Logo em seguida, precisa selecionar “Atualizações para manutenção do Benefício e outros Serviços” e escolher “Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido”.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.