Reajuste no Bolsa Família vai aumentar faixa de renda dos beneficiados em 2020

Beneficiários terão reajuste no Bolsa Família que pode agir positivamente em suas rendas. O ministro da Cidadania, Osmar Terra, anunciou que o programa aumentará o valor do auxílio básico que deixará de ser de R$89 e R$178 para R$ 100 e R$ 200. O pagamento é feito para os brasileiros que se encontram em situação de pobreza ou extrema pobreza devidamente cadastrados no projeto.

Reajuste no Bolsa Família vai aumentar faixa de renda dos beneficiados
Reajuste no Bolsa Família vai aumentar faixa de renda dos beneficiados

A ação faz parte do plano de ação de reformulação do Bolsa Família, divulgado pelo presidente Jair Bolsonaro desde o fim do ano passado.

Leia também: Pagamento do Bolsa Família é antecipado no ES; entenda o motivo 

Ao lado de sua equipe, o presidente vem trabalhando para reforçar uma marca social em seu governo e está utilizando o Bolsa como estratégia para se aproximar dos eleitores menos favorecidos economicamente.

Com o reajuste no Bolsa Família que vai interferir no valor das bolsas, espera-se um gasto de R$ 4,5 milhões à mais no programa.

Além do aumento, outras medidas foram anunciadas, como a criação de um pagamento extra para as crianças a adolescentes devidamente matriculados nas escolas e que apresentarem um rendimento acima de 7.

Além disso, Osmar Terra informou também que o benefício ofertado para os pais de crianças de até seis meses de vida terá um valor ainda maior, porém não afirmou a quantia exata.

Por fim, jovens entre 18 e 29 anos que desejarem fazer algum curso profissionalizante também contarão com um bônus.

Contra partida ao reajuste no Bolsa Família

Segundo o governo, o orçamento do Bolsa Família está em R$ 30 milhões e foi pensado para atender a 13,5 milhões de famílias. Espera-se que com o desligamento dos cadastrados em situação de irregularidade, o projeto possa beneficiar ainda mais pessoas em 2020.

A ação pente fino vem sendo realizada desde 2019 e tem como objetivo reduzir o número de fraudes nos cadastros.

Para isso, o ministério da cidadania está revisando a documentação das famílias afim de que possa desligar aquelas que não estão enquadradas nas regras determinadas pelo projeto.

De acordo com Terra, o pente fino irá poupar dinheiro que deverá ser investido nos custos adicionais do programa social. Somente em 2019 o governo teve uma economia de R$1,4 milhões ao fiscalizar o sistema de forma mais criteriosa.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Reajuste no Bolsa Família vai aumentar faixa de renda dos beneficiados em 2020

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA