Calendário IPTU Rio de Janeiro 2020: cronograma começa a valer nos próximos dias 

Os moradores da cidade do RJ já começaram a receber os carnês de pagamento para o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU). O calendário do IPTU Rio de Janeiro 2020 começa a entrar em vigência nos próximos dias.

Calendário IPTU Rio de Janeiro 2020: cronograma começa a valer nos próximos dias 
Calendário IPTU Rio de Janeiro 2020: cronograma começa a valer nos próximos dias

De acordo com a prefeitura, todos os boletos já foram entregues aos Correios e já estão sendo distribuídos pela empresa. 

Para aqueles que não receberem a guia, podem fazer a retirada no site da Secretaria de Fazenda, a partir de 13 de janeiro e nos postos de Atendimento desde terça-feira (21). 

Leia também: IPVA 2020 RJ: calendário de pagamento com desconto começa hoje!

Os contribuintes que realizarem o pagamento até o dia 7 de fevereiro terão 7% de desconto, o mesmo percentual do ano passado. 

Os que optarem por pagar o imposto parcelado, poderão dividir em até dez vezes, sendo assim, o tributo será quitado apenas em 9 de novembro.

Calendário IPTU Rio de Janeiro 2020

  • Cota única: 7 de fevereiro de 2020
  • 1ª cota: 7 de fevereiro de 2020
  • 2ª cota: 6 de março de 2020
  • 3ª cota: 7 de abril de 2020
  • 4ª cota: 8 de maio de 2020
  • 5ª cota: 5 de junho de 2020
  • 6ª cota: 7 de julho de 2020
  • 7ª cota: 7 de agosto de 2020
  • 8ª cota: 8 de setembro de 2020
  • 9ª cota: 7 de outubro de 2020

O IPTU é cobrado pela prefeitura e deve ser pago por aqueles que possuem um imóvel em área urbana, seja ele uma casa, apartamento, sala comercial ou outros tipos de propriedade. 

O valor varia de acordo com a legislação da cidade e o preço de mercado do imóvel, que é utilizado como base para o cálculo. 

Os contribuintes precisam realizar o pagamento do IPTU, pois se ficarem em dívida terão o acréscimo de multas e de juros pelo período de inadimplência. 

Além disso, o imposto é obrigatório e a sua cobrança funciona como uma forma de arrecadar verbas para investimento na própria cidade.

Do total somado, a prefeitura deve encaminhar para projetos de saneamento, segurança, educação e saúde. Por isso é tão importante estar em dias com as contas.

O não pagamento ainda impede que o imóvel seja doado, vendido ou legalizado para início de construção.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.