IPTU Campo Grande 2020: fim do pagamento com desconto; saiba como quitar o débito

Na sexta-feira (10), acabou o prazo para os moradores pagarem o Imposto Predial e Territorial Urbano, IPTU Campo Grande 2020, com 20% de desconto no valor. Saiba como realizar a quitação do débito, mesmo depois do fim do prazo.

IPTU Campo Grande 2020: fim do pagamento com desconto; saiba como quitar o débito
IPTU Campo Grande 2020: fim do pagamento com desconto; saiba como quitar o débito

A prefeitura de Campo Grande já arrecadou cerca de R$263 milhões com o pagamento do tributo.

Veja também: IPTU 2020: veja como conseguir desconto no pagamento em Curitiba

Em entrevista ao Correio do Estado, o secretário de Finanças e Planejamento, Pedro Pedrossian Neto, disse que o município arrecadou mais de R$100 milhões apenas no último dia de pagamento, o que mostra um resultado positivo. 

“Nós arrecadamos R$ 263 milhões neste ano, um crescimento de 14% em relação ao ano passado quando nós tínhamos angariado R$ 230 milhões no mesmo período. Só no último dia 10 nós arrecadamos mais de R$ 100 milhões, representa um crescimento bom, deve ser comemorado”, disse Neto.

Agora, os contribuintes passaram a ter 10% de desconto se realizarem o pagamento do IPTU Campo Grande 2020 até o dia 10 de fevereiro.

Há também a possibilidade de parcelar o imposto em até 10 vezes, dependendo do valor, o contribuinte pode conseguir 5% de desconto. 

Esse desconto será concedido por parcela, desde que ela seja quitada até a data de seu vencimento. 

Para imposto de até R$50 o pagamento deve ser feito em parcela única. Acima de R$50 até R$100, poderão ser parcelado em até duas vezes.

Entre R$100 até R$150, podem ser parcelado em até três vezes. E assim sucessivamente, apenas o tributo acima de R$500 podem ser parcelados em 10 vezes. As parcelas terão vencimento para o dia 10 de cada mês.

De acordo com o secretário, apesar do bom resultado com o IPTU Campo Grande 2020 é necessário observar o que acontecerá nos próximos meses.

“Pode ser que as pessoas tenham optado por pagar mais à vista e vamos ver uma queda na arrecadação do IPTU mensal daqui para a frente. Então a gente precisa verificar se esse efeito vai ou não ocorrer. Mas de qualquer forma é um bom resultado que nesse momento nós temos que comemorar”, concluiu.

Neste ano, o IPTU ficou 3,22% mais caro. Esse porcentual é menor do que a variação entre os anos de 2018 e 2019, quando o aumento foi de 4,26%.

 

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.