Valor da aposentadoria muda para quem recebeu benefício em 2019; confira tabela

Mudanças foram previstas para o valor da aposentadoria e benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) previstas para 2020, e as novas regras já começam a valer. O reajuste foi oficializado no último dia 14.

Valor da aposentadoria muda para quem recebeu benefício em 2019; confira tabela
Valor da aposentadoria muda para quem recebeu benefício em 2019; confira tabela
publicidade

A partir de agora, recebimentos terão a alteração de 4,48%, levando em consideração a variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) do ano anterior. Mudanças servem para aqueles beneficiários que recebem até um salário mínimo.

Em 2019, o índice ficou em 4,48%, de acordo com as informações divulgadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) na última sexta-feira (10).

Leia mais: Nova tabela do INSS é publicada e vai interferir no seu salário

Com as alterações, o teto dos benefícios do INSS passa de R$ 5.839,45 para R$ 6.101,06 a partir de janeiro de 2020.

“A partir de 1º de janeiro de 2020, o salário de benefício e o salário de contribuição não poderão ser inferiores a R$ 1.039,00, nem superiores a R$ 6.101,06”, fixa a portaria, que leva em consideração o valor já definido para o salário mínimo.

Em fevereiro, mês no qual haverá o reajuste no pagamento dos benefícios, o calendário começa com saques a partir do dia 19 de fevereiro e seguem até o dia 6 de março.

Valor da aposentadoria em 2020

Segundo o texto publicado no DOU, o reajuste já começa a valer a partir de 1º de janeiro de 2020, o salário de benefício e o salário de contribuição não poderão ser inferiores a R$ 1.039,00, nem superiores a R$ 6.101,06.

No entanto, quem conseguiu a aposentadoria em 2019 não receberá os mesmos valores. Isso porquê, o reajuste será modificado considerando o tempo em que o pensionista recebe o seu benefício.

A ideia é deixar o crescimento do salário o mais justo possível. Por isso, foi definida uma tabela com o valor da aposentadoria de quem conseguiu o direito no ano anterior. E considera o mês de entrada.

  • Até janeiro de 2019: 4,48%
  • em fevereiro de 2019: 4,11%
  • em março de 2019: 3,55%
  • em abril de 2019: 2,76%
  • em maio de 2019: 2,14%
  • em junho de 2019: 1,99%
  • em julho de 2019: 1,98%
  • em agosto de 2019: 1,88%
  • em setembro de 2019: 1,76%
  • em outubro de 2019: 1,81%
  • em novembro de 2019: 1,77%
  • em dezembro de 2019: 1,22%

AvatarREDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.