Tabela do DPVAT muda e donos de carros pagarão menos

Após polemica e ameaças de suspensão, a tabela do DPVAT 2020 com os valores a serem pagos, foi finalmente definida. A cobrança teve início na última semana, entretanto passou por uma modificação quanto a taxação. Inicialmente, os valores seriam os mesmos de 2019, mas após uma ação do STF houve uma redução de 83%.

Tabela do DPVAT muda e donos de carros pagarão menos
Tabela do DPVAT muda e donos de carros pagarão menos
publicidade

A quantia varia de acordo com cada categoria do veículo. Entretanto não passa de R$ 12,30. Confira os preços abaixo.

Saiba também: Restituição do DPVAT 2020 começa hoje; saiba como pedir

Tabela do DPVAT para 2020

  • Carro –  R$ 5,23
  • Táxi – R$ 5,23
  • Ônibus – R$ 10,57
  • Micro-ônibus – R$ 8,11
  • Ciclomotores – R$ 5,67
  • Moto – R$ 12,30
  • Caminhões – R$ 5,78

O calendário de pagamento seguirá o mesmo do Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores.

O DVPAT deve ser quitado ao pagar a primeira parcela do IPVA e as datas variam de acordo com cada estado e têm sua ordem definida pela numeração final das placas dos automóveis.

Para poder quitar o seguro, basta entrar no site da seguradora Líder e emitir o boleto. O procedimento é simples e solicita o número de RENAVAM do imóvel.

O documento é disponibilizado automaticamente para a impressão e também pode ser quitado por meio dos aplicativos das instituições financeiras.

Reembolso do seguro

Com a modificação dos valores, mais de 2 milhões de brasileiros deverão receber o reembolso da seguradora Líder. A ação acontecerá porque inicialmente a quantia cobrada foi 83% mais cara, e muitos pagaram o seguro nessas condições.

Para ter a devolução, é preciso que o motorista entre em contato com a Líder e formalize o pedido. O pagamento já está sendo feito e se entenderá até o fim do mês.

Advogados especialistas informam que, mesmo se os contribuintes não pedirem o reembolso, a empresa não poderá ficar com a quantia, pois a ação será considerada como apropriação indevida.

Desdobramentos na tabela do DPVAT

O novo reajuste ocorreu graças a um pedido da Advocacia Geral da União que alegou que a Líder tinha dinheiro em caixa o suficiente para sustentar o DPVAT esse ano.

Segundo o órgão, a empresa estaria agindo por interesse próprio ao solicitar que o STF suspendesse a redução. No começo da semana, o ministro Dias Toffoli finalizou o processo optando pelo reajuste.

Eduarda AndradeEduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco e formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguagens. No mercado de trabalho, já passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de ter assessorado marcas nacionais como a Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.