Etanol chega a índice recorde de preço em 2020

Motoristas de todo o país devem ficar atento aos reajustes no preço do etanol hidratado. De acordo com levantamento semanal da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP), os valores já tiveram aumento na maior parte dos estados na última semana.

Etanol chega a índice recorde de preço em 2020
Etanol chega a índice recorde de preço em 2020

Segundo os dados coletados, o preço médio nacional do etanol subiu de 0,35%, para R$ 3,185 o litro. Desta forma, configurando-se no maior valor da série histórica, desde quando iniciado levantamento em 2002.

Leia também: Aumento no salário mínimo trará impacto para economia e preocupa especialistas

No estado de Goiás, o preço médio do etanol aumentou em 0,51% na comparação com a semana anterior ao dia 11. Desta forma, R$ 3,33 o litro, o equivalente a 70,2% do valor da gasolina. Perdendo assim a competitividade contra a gasolina.

Nos últimos tempos, a opção pelo álcool tem sido a principal escolha dos motoristas por ser economicamente mais vantajoso, em comparação a gasolina.

Sendo assim, quando pontuada a média da frota flex do país seu preço está abaixo de 70% do valor do combustível fóssil. Já quando pontuado os veículos mais novos, etanol já consegue ser mais vantajoso quando a correlação de preço está em torno dos 73%.

Em visualização do mercado nacional, o combustível tem apresentado diversas valorizações nas usinas, em contraponto aos avanços no período da entressafra.

Sem nenhuma nova produção, a demanda continua a mesma, tendo em vista que os motoristas ainda preferem a gasolina frente aos outras fontes.

Ainda de acordo com os dados, ao longo da semana passada, o etanol comercializado nos postos subiu em mais estados do que a gasolina. Pontuando assim, o registro de alta em 20 estados e também no Distrito Federal. Já o preço da gasolina aumentou em 15 estados.

O etanol continuou com uma grande diferença de preço quando comparado à gasolina, configurando-se em até 30% nos estados de São Paulo, Minas Gerais e Mato Grosso.

Só em São Paulo, a média do biocombustível ultrapassou os R$ 3 por litro, alta semanal de 0,3% e a gasolina fechou com R$ 4,348 o litro, representando uma pequena queda de 0,07% na semana. E na comparação de quatro semanas, já subiu 0,97% nos postos paulistas.

No Mato Grosso, onde a oferta é impulsionada pelas novas usinas de milho, o etanol seguiu como o mais barato do país. No estado, a alta foi de 1,81% na semana, configurando-se a R$ 2,985 o litro.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.