Adesão ao saque aniversário do FGTS não terminou, mas segue regras exclusivas

Possibilidade de realizar saques do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) a cada aniversário é uma das novidades implementadas pelo governo. A partir deste ano, a modalidade vai permitir a retirada de um percentual do saldo de contas ativas e inativas. A adesão ao saque aniversário do FGTS inicialmente limitada a 31 de dezembro 2019, ainda está disponível.

Adesão ao saque aniversário do FGTS não terminou, mas segue regras exclusivas
Adesão ao saque aniversário do FGTS não terminou, mas segue regras exclusivas
publicidade

Inicialmente, o prazo para adesão foi estabelecido para último dia do ano e permitia recuo sem carência.

Agora, o trabalhador que optou já pela modalidade e ficou arrependido da decisão pode realizar a troca apenas depois de dois anos. Voltando a ter acesso a modalidade original de saque rescisão.

Veja também: Não sacou o FGTS de R$998? Entenda se realmente vale a pena

Mas, se o mesmo deixar para fazer a adesão ao saque aniversário do FGTS de fevereiro em diante, a opção de recebimento passará a valer somente para 2021. O mesmo raciocínio vale para os demais meses do ano, correspondente ao aniversário do interessado.

Para aderir, o interessado deve ir à uma das agências Caixa ou realizar o procedimento pela internet. Através do aplicativo do FGTS ou pelo site.

O saque anual oferecerá a possibilidade de receber o valor percentual correspondente aos valores em conta.

Quanto menos dinheiro no FGTS, maior o percentual do saque, que pode variar de 5% até 50%.

Desta forma, entende-se os 50% do saldo sem parcela adicional para contas de até R$ 500 e a 5% do saldo e adicional de R$ 2,9 mil para contas com mais de R$ 20 mil. Veja a tabela de recebimento:

Valor do saldo (em R$) % do saldo que pode ser sacado Parcela adicional fixa Saque total no piso da faixa Saque total no topo da faixa
Até R$ 500 50% 0 —– R$ 250
De R$ 500,01 a R$ 1.000 40% R$ 50 R$ 250 R$ 450
De R$ 1.000,01 a R$ 5.000 30% R$ 150 R$ 450 R$ 1.650
De R$ 5.000,01 a R$ 10.000 20% R$ 650 R$ 1.650 R$ 2.650
De R$ 10.000,01 a R$ 15.000 15% R$ 1.150 R$ 2.650 R$ 3.400
De R$ 15.000,01 a R$ 20.000 10% R$ 1.900 R$ 3.400 R$ 3.900
Acima de R$ 20.000,01 5% R$ 2.900 R$ 3.900 ilimitado

 

Com a nova retirada, o trabalhador que  fizer a adesão ao saque-aniversário do FGTS continuará a ter direito à multa de 40% do saldo do fundo em caso de demissão, mas perderá o acesso ao saque-rescisão. D

e acordo com calendário, os meses de recebimento obdecem os critérios pré-estabelecidos pelo governo.

Calendário saque-aniversário 2020

Mês de aniversário Mês de saque
Janeiro Abril a Junho de 2020
Fevereiro Abril a Junho de 2020
Março Maio a Julho de 2020
Abril Maio a Julho de 2020
Maio Junho a Agosto de 2020
Junho Junho a Agosto de 2020
Julho Julho a Setembro de 2020
Agosto Agosto a Outubro de 2020
Setembro Setembro a Novembro de 2020
Outubro Outubro a Dezembro de 2020
Novembro Novembro a Janeiro de 2021
Dezembro Dezembro a Fevereiro de 2021

 

O novo método não é obrigatório. O trabalhador que adquiriu a nova modalidade, mas não se sentiu realizado poderá fazer a rescisão a qualquer momento. Sendo que a migração só ocorrerá dois anos após a data da adesão ao saque-aniversário.

O trabalhador, por sua vez, terá direito aos valores depositados na conta do FGTS a partir do fim do período de carência da migração (do 25º mês em diante).

AvatarREDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.