Aposentadorias do INSS são principal alvo de crise no sistema

A crise do sistema do Instituto Nacional do Seguro Social segue prejudicando milhares de brasileiros que desejam solicitar seus benefícios. Entre os mais afetados, estão as aposentadorias do INSS. Segundo dados do próprio Instituto, das 2 milhões de pessoas que aguardam a aprovação de seus auxílios, 1,4 milhões realizaram pedidos de aposentadoria, o que equivale a 74% do total.

Aposentadorias do INSS são principal alvo de crise no sistema
Aposentadorias do INSS são principal alvo de crise no sistema

O instituto está enfrentando essa crise desde o fim do ano passado, após a aprovação da reforma da previdência, no dia 13 de novembro. Acontece que seu sistema digital ainda não está funcionando de acordo com as novas regras, o que impossibilita o registro de cadastros.

Leia também: Força tarefa do INSS vai intensificar serviço contra paralização

Além disso, há também problemas recorrentes quanto ao balanço gerado pela Dataprev. A empresa é responsável por fazer um relatório com os dados de todos os segurados do INSS.

Entretanto, a documentação, que vem sendo realizada desde 2018, ainda não foi finalizada, atrasando ainda mais a atualização do sistema.

Visando resolver tais problemas, o governo federal anunciou algumas medidas de contenção para ajudar a regularizar seu serviço de pedido de aposentadorias do INSS, auxílio doença, salário maternidade e mais.

Para isso, está se avaliando a possibilidade de contratar uma empresa terceirizada, responsável por ajudar a cadastrar as informações dos segurados no sistema.

Ao contratar terceirizados, o instituto permitiria que seus funcionários ficassem livres para poder trabalhar na análise dos benefícios.

Além disso, será ampliado também o orçamento destinado ao instituto para que o mesmo possa pagar bonificações aos seus servidores por tempo de trabalho.

O plano de ação está baseando em uma espécie de força-tarefa, de modo que possa reduzir absurdamente o número de pessoas nas filas de espera dos benefícios.

Segundo a lei, o prazo máximo para ter um pedido aprovado deve ser de até 45 dias. Entretanto, atualmente a trabalhadores esperando por mais de 120 dias.

Reajuste nas aposentadorias do INSS

Nessa sexta-feira (10), espera-se um anuncio que informará o reajuste dos salários do INSS para 2020. Os valores deverão ser modificados tendo em vista que o país agora conta com um novo piso salarial de R$ 1.039.

Com isso, cerca de 11,5 milhões de pensões e pagamentos serão modificados. O cálculo levará em consideração o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Aposentadorias do INSS são principal alvo de crise no sistema

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA