Novo Bolsa Família é entregue à Bolsonaro com diversas modificações

Principal programa social do governo recebe projeto de reformulação para 2020. Nessa quarta-feira (8) o ministro da casa civil, Onyx Lozenzoni, informou que o presidente Jair Bolsonaro já está com o planejamento do novo Bolsa Família em mãos. Segundo o parlamentar, a proposta será analisada nas próximas semanas e deverá contar com a aprovação da Casa Civil e ministérios da Economia e Cidadania.

Novo Bolsa Família é entregue à Bolsonaro com diversas modificações
Novo Bolsa Família é entregue à Bolsonaro com diversas modificações

Entre as sugestões, foi avaliado um aumento de R$ 10 bilhões no orçamento de modo que pudesse garantir o pagamento do 13º salário dos beneficiários.

Leia também: Verba do 13° do Bolsa Família vira polêmica sobre uso do dinheiro público

O valor previsto para 2020 é de R$ 29,3 bilhões. Entretanto, segundo a equipe econômica do governo federal, não haverá recurso o suficiente para a liberação da parcela extra.

Além disso, haverá a possibilidade também do lançamento de uma nova modalidade. O programa pode passar a beneficiar jovens que trabalham e estudam por meio de programas de qualificação.

“Queremos fazer a ampliação do programa, construir portas de saída. Vamos apresentar a qualificação dos ‘nem-nem’. São milhões de jovens no Brasil que não trabalham e nem estudam”, afirmou o chefe da Casa Civil.

O ministro ainda falou sobre a necessidade de investir na educação funcional, um método que possa realmente qualificar os jovens. E relembrou o índice que aponta 40% das pessoas formadas no 9° ano do ensino fundamental como analfabetos.

Para 2020, o novo Bolsa Família deverá ser dividido em três partes:

  • Benefício cidadania – destinado às famílias de baixa renda;
  • Primeira infância – contemplará crianças de até três anos;
  • Jovens – ofertado para crianças e adolescentes de até 21 anos.

“O Ministério da Educação trabalha com esse foco, o que significa prover creche, maternal, jardim e pré-escola, crianças de zero até 5 anos e 11 meses. Estamos trabalhando também para dar um suporte maior ao Criança Feliz”, declarou Onyx.

A reformulação para trazer um novo Bolsa Família faz parte da estratégia do presidente Jair Bolsonaro de se aproximar dos eleitores em situação de vulnerabilidade social. Segundo as pesquisas, as intenções de voto do parlamentar é baixa para com este grupo.

Desde o início de seu mandado, Bolsonaro vem reforçando ações que têm como objetivo fornecer assistência financeira para os cadastrados no Bolsa Família.

No fim de 2019, aprovou o pagamento do 13º, essa foi a primeira vez em que os beneficiários puderam ser contemplados com uma quantia extra.

 

 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Novo Bolsa Família é entregue à Bolsonaro com diversas modificações

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA