Aposentados do INSS terão mais autonomia em lançamento histórico do Instituto

Os aposentados e pensionista do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), contarão com um serviço que lhes trarão mais autonomia. A novidade oferece a esses beneficiários a oportunidade de não receberem mais ligações indesejadas. É a primeira vez na história que isso acontece.

Aposentados do INSS terão mais autonomia em lançamento histórico do Instituto
Aposentados do INSS terão mais autonomia em lançamento histórico do Instituto

Agora, os segurados do INSS que desejarem não receber mais ligações com oferta de crédito consignado poderão se cadastrar no serviço denominado “Não Perturbe”. 

Leia também: Atrasos no INSS repercutem com polêmicas nos benefícios

Para não serem mais incomodados, os beneficiários precisam entrar no site do serviço e realizar o cadastro dos telefones fixos e móveis que estão vinculados ao seu CPF. 

Após o cadastro, o bloqueio dessas ligações serão feitas em até 30 dias. Período que os bancos que aderiram terão acesso ao sistema.

Se comprometeram com o serviço 23 bancos, que em conjunto têm uma iniciativa de autorregulação do setor bancário que é promovida pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban) e pela Associação Brasileira de Bancos (ABBC), junto com a Secretaria Nacional do Consumidor.

Segundo informações da Febraban, os bancos que aderiram a essa iniciativa correspondem cerca de 98% da carteira de crédito do país. Ao realizar o cadastro, uma vez, o bloqueio das chamadas se estende aos correspondentes bancários, fazendo com que a medida seja ainda mais eficaz.

Além disso, a novidade inclui outras medidas de autorregulação do crédito consignado. Uma delas é a criação de uma base de dados para realizar o monitoramento de reclamações que são causadas pela oferta inadequada desses serviços. 

O sistema contabilizará as queixas que são realizadas nos canais internos dos bancos, no Banco Central (BC) ou pela plataforma do governo. 

Serão contabilizadas ações judiciais montado um mapa da governança e da gestão de dados de correspondentes bancários. O objetivo disso é verificar a qualidade dos serviços e se isso está sendo realizado mesmo. 

Segundo a Febraban, se os correspondentes cometerem alguma infração serão multados em valores que podem variar de R$45 mil a R$1 milhão.

Apesar disso, os aposentados e pensionistas devem ficar atentos às fraudes. O cadastro só é realizado pelo site do “Não Perturbe”, o serviço não tem aplicativo, não envia e-mail com arquivos ou solicitações de dados pessoais ou bancários.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.