Inscrições Bolsa Família: como receber o benefício neste ano

Oportunidade para os brasileiros que encontram-se em situação de pobreza ou extrema pobreza. O Cadastro Único dá acesso as inscrições Bolsa Família, e já está recebendo registros daqueles que desejam se candidatar ao programa. Para tentar uma vaga é preciso comparecer até o núcleo do Bolsa no município e fazer uma pré-inscrição.

Inscrições Bolsa Família: como receber o benefício neste ano
Inscrições Bolsa Família: como receber o benefício neste ano

Antes de enviar os dados é preciso saber se a renda obtida é compatível com as exigências do Bolsa Família. Poderão ser contemplados aqueles que tenham um salário de até R$ 89 mensais por pessoa.

Veja também: Troca do Bolsa Família deve ser proclamada marca social de Bolsonaro

Se tiver crianças, adolescentes e mulheres grávidas a probabilidade de aceitação também é maior e com ela há um aumento no valor total do benefício.

Podem fazer as inscrições no Bolsa Família os brasileiros que:

  • Estejam inseridos em uma família considerada extremamente pobre, onde comprove receber ao mês, uma quantia que não ultrapasse o valor de R$ 85,00;
  • Estejam inseridos em uma família considerada pobre, onde comprove receber ao mês, uma quantia que não ultrapasse o valor de R$ 170,00;
  • Façam parte do CadÚnico e mantenham todas as informações de cadastro atualizadas, a respeito de cada membro que compõe a família.

Inscrições Bolsa Família no Cadastro Único

Outro ponto importante é a escolha de um membro da família que fique como o responsável legal no cadastro. Ele será o porta voz e deverá resolver todas as possíveis pendências e atualizações.

Além disso, precisará informar os dados de todos os parentes que serão beneficiados e responderá por qualquer problema ou irregularidade que venha aparecer. O titular deve ter ao menos 16 anos.

Documentação

Sabendo a classificação de renda e também quem será o responsável, o próximo passo é ir até uma unidade da assistência social da sua cidade, normalmente CRAS ou CREAS e entregar a documentação para acesso ao Cadastro único. É preciso dos seguintes registros:

  • CPF ou Título de Eleitor.
  • Carteira de trabalho
  • Certidão de casamento,
  • Carteira de identidade (RG)
  • Certidão de nascimento de todos os membros da família;
  • Título de Eleitor.

Pronto, após concluir o cadastro é só aguardar. Mesmo com os dados registrados no programa, não significa que a aprovação estará garantida.

O Ministério da Cidadania realiza um processo de triagem para que sejam aceitos aqueles que mais necessitam no momento.

É válido ressaltar que há um limite de chamados do Bolsa Família determinado pelo orçamento liberado para financiar o projeto ao longo do ano.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Inscrições Bolsa Família: como receber o benefício neste ano

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA