Prova de vida do INSS vai receber novidades a partir de 2020

Serviços do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em 2020 passarão por modificações positivas. Segundo o atual presidente, Renato Vieira, o órgão está passando por uma fase de atualização tecnológica e terá outro modo de funcionamento para a prova de vida do INSS. A partir desse ano, os beneficiários contarão com um atendimento digital, o que poderá resultar no fechamento de algumas agências.

publicidade
Prova de vida do INSS vai receber novidades a partir de 2020
Prova de vida do INSS vai receber novidades a partir de 2020

Em entrevista, Renato explicou que a gerência administrativa viu uma necessidade de atualizar e otimizar seus serviços.

Leia também: Revisão do INSS conta com tecnologia para solicitação de pedido

publicidade

Agora, quem for dar entrada na prova de vida registrará suas informações por meio de uma biometria e reconhecimento facial. Ele afirmou que a novidade entrará em vigor ainda nesse primeiro semestre e agilizará consideravelmente a liberação do benefício.

Além disso, o presidente comentou sobre o fechamento de algumas unidades de atendimento. Levando em consideração a redução orçamentária imposta pelo Governo Federal, ele afirmou acreditar que a aplicação de atividades tecnológicas irá antecipar os principais serviços e não haverá a necessidade de tantos espaços físicos.

“Por incrível que pareça, o INSS, com toda a complexidade que tem, pelo tamanho, importância e recursos, não tinha processo administrativo eletrônico ainda, assimétrico com grande parte do governo federal”, disse à reportagem à Folha de São Paulo.

As modificações estão sendo realizadas desde maio de 2019 e se estenderão ao longo deste ano. Renato informou que trata-se de uma fase de teste, que inclui as novas regras da reforma da previdência e por isso pede paciência aos assegurados em caso de instabilidade e atraso dos servidores.

Ele reforçou que apesar do investimento tecnológico, ainda é possível dar entrada nas solicitações do INSS pelo site Meu INSS e por ligação no número 135. Segundo ele, a equipe vem sendo preparada para corrigir os erros e evitar possíveis ações judiciais em nome do instituto.

Quanto aos métodos de atendimento mais solicitados pelos assegurados em 2019, segundo a Folha, 82,4 mil requerimentos foram feitos pessoalmente, 442,1 mil por meio do site, e 287,9 mil, por telefone.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

O presidente informou que somente nos casos de pedidos de extrato de pagamento, foram realizados 300 mil atendimentos pessoais por mês. Em outubro, o número caiu para 128 mil.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!