Prova de vida do INSS vai receber novidades a partir de 2020

Serviços do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em 2020 passarão por modificações positivas. Segundo o atual presidente, Renato Vieira, o órgão está passando por uma fase de atualização tecnológica e terá outro modo de funcionamento para a prova de vida do INSS. A partir desse ano, os beneficiários contarão com um atendimento digital, o que poderá resultar no fechamento de algumas agências.

Prova de vida do INSS vai receber novidades a partir de 2020
Prova de vida do INSS vai receber novidades a partir de 2020

Em entrevista, Renato explicou que a gerência administrativa viu uma necessidade de atualizar e otimizar seus serviços.

Leia também: Revisão do INSS conta com tecnologia para solicitação de pedido

Agora, quem for dar entrada na prova de vida registrará suas informações por meio de uma biometria e reconhecimento facial. Ele afirmou que a novidade entrará em vigor ainda nesse primeiro semestre e agilizará consideravelmente a liberação do benefício.

Além disso, o presidente comentou sobre o fechamento de algumas unidades de atendimento. Levando em consideração a redução orçamentária imposta pelo Governo Federal, ele afirmou acreditar que a aplicação de atividades tecnológicas irá antecipar os principais serviços e não haverá a necessidade de tantos espaços físicos.

“Por incrível que pareça, o INSS, com toda a complexidade que tem, pelo tamanho, importância e recursos, não tinha processo administrativo eletrônico ainda, assimétrico com grande parte do governo federal”, disse à reportagem à Folha de São Paulo.

CONTINUA APÓS A PUBLICIDADE
OPORTUNIDADE
imagem do cartão
Novo Cartão de crédito queridinho do Brasil, sem anuidade e que você pode solicitar agora 34.787 pessoas já solicitaram

As modificações estão sendo realizadas desde maio de 2019 e se estenderão ao longo deste ano. Renato informou que trata-se de uma fase de teste, que inclui as novas regras da reforma da previdência e por isso pede paciência aos assegurados em caso de instabilidade e atraso dos servidores.

Ele reforçou que apesar do investimento tecnológico, ainda é possível dar entrada nas solicitações do INSS pelo site Meu INSS e por ligação no número 135. Segundo ele, a equipe vem sendo preparada para corrigir os erros e evitar possíveis ações judiciais em nome do instituto.

Quanto aos métodos de atendimento mais solicitados pelos assegurados em 2019, segundo a Folha, 82,4 mil requerimentos foram feitos pessoalmente, 442,1 mil por meio do site, e 287,9 mil, por telefone.

O presidente informou que somente nos casos de pedidos de extrato de pagamento, foram realizados 300 mil atendimentos pessoais por mês. Em outubro, o número caiu para 128 mil.

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.