FGTS de R$500 não foi retirado por todos os trabalhadores; veja até quando sacar

Saque-imediato do FGTS continuará movimentando as agências da Caixa Economia Federal. Após o encerramento do calendário oficial de pagamento da modalidade, cerca de 49% dos brasileiros ainda deverão ir até o banco para retirar o FGTS de R$500. Segundo dados da Caixa, foram pagos cerca de R$ 24,7 bilhões do total de R$ 40 bilhões liberados, o que significa que 59% dos trabalhadores sacaram 62% dos recursos.

FGTS de R$500 não foi retirado por todos os trabalhadores; veja até quando sacar
FGTS de R$500 não foi retirado por todos os trabalhadores; veja até quando sacar

Quem ainda não retirou o valor terá até o dia 31 de março para poder ter acesso. Caso o saque não seja feito, a quantia retornará ao fundo de garantia e será impossibilitada de uso temporariamente.

Leia também: Saque anual do FGTS começa a ser pago em abril

O pagamento da nova modalidade teve inicio em setembro de 2019 e desde então movimentou bilhões na economia nacional.

A princípio, o valor concedido foi o FGTS de R$ 500 por conta, estando ela ativa ou inativa. Entretanto, em dezembro, Bolsonaro aprovou o acréscimo que elevou o auxílio para R$ 998.

Pode sacar o saldo maior todos os trabalhadores que tinham entre R$ 500 e R$ 998 em seus fundos de garantia até o dia 24 de junho (data de aprovação do saque-imediato). O valor ainda poderia ser dobrado caso o mesmo tivesse mais de uma conta registrada no FGTS.

O pagamento atrasado para aqueles que já foram chamados pelo calendário ocorreu no dia 20 de dezembro e seguirá em aberto até 31 de março.

Desde a aprovação do presidente, foram sacados cerca de R$ 1,4 bilhão do total de R$ 2,6 bilhões (54%) por 5,5 milhões de trabalhadores (55% do total de 10 milhões de pessoas com direito ao dinheiro), segundo balanço da Caixa.

Como sacar o FGTS de R$500

Devido ao fim do cronograma, as agências da Caixa Econômica Federal retomaram o horário de funcionamento normal e o atendimento do saque-imediato deverá ser feito na boca do caixa.

Porém, quem for correntista do banco só precisa autorizar o depósito automático e sacar diretamente nos caixas eletrônicos.

Já aqueles que possuam conta poupança, o valor já foi enviado para as contas e pode ser retirado. Por fim, quem não tem vínculo com a Caixa precisará ir até os guichês de atendimento com a carteira de trabalho em mãos para poder receber o benefício até 31 de março.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

FGTS de R$500 não foi retirado por todos os trabalhadores; veja até quando sacar

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA