Saque anual do FGTS começa a ser pago em abril

Os trabalhadores que aderiram ao saque anual do FGTS precisão ficar atentos aos prazos. O pagamento começará a ser feito no mês de abril e se entenderá até o fim do ano. Por ser a primeira vez de sua liberação, não seguirá o tradicional cronograma de aniversário.

Saque anual do FGTS começa a ser pago em abril
Saque anual do FGTS começa a ser pago em abril

A partir de 2021, quando regularizar todos os cadastros, a modalidade será paga de acordo com a data de nascimento de cada cadastrado. Esse ano, a ordem foi definida também conforme o aniversário, mas não seguirá o mês de cada um.

Acesse também: FGTS: Você ainda pode ter chance de sacar os R$500; entenda

Em abril, quem nasceu em janeiro e fevereiro terá o primeiro pagamento feito. Na sequência, os nascidos em março e abril receberão em maio. Trabalhadores de maio e junho receberão em julho e assim sucessivamente.

O último grupo contemplado com o saque anual do FGTS serão os nascidos em dezembro que receberão no mês de seu aniversário, regularizando o cronograma. Os pagamentos devem acontecer sempre entre os primeiros dias do mês e têm um prazo de retirada de até 90 dias.

Calendário de saque anual do FGTS para 2020

Regras de transição

Quem optou por fazer a transição entre a modalidade rescisão para o recebimento anual, acessou o site da Caixa ou o aplicativo do FGTS até o dia 31 de dezembro. A mudança é registrada automaticamente, bastou selecionar a opção saque-aniversário.

Entretanto, é preciso ficar atento as regras de funcionamento. Quem migrar para a nova categoria não poderá receber ajuda de custo do FGTS em caso de demissão sem justa causa.

Além disso, aqueles que desistirem e desejarem voltar ao saque tradicional terão que esperar por 2 anos, carência exigida pela Caixa Econômica.

A mudança não é obrigatória e o trabalhador deve levar em consideração seu tempo de contribuição e quanto falta para a aposentadoria para poder saber se será beneficiado ou não. Quanto mais antigo for no mercado, mais saldo terá em seu fundo e menos benéfico o saque-aniversário será.

No caso daqueles que estão iniciando a carreira agora e não possuem grandes valores no fundo de garantia, é melhor optar pelo saque-aniversário, pois sua rentabilidade é maior. Entretanto, ainda será preciso lidar com a carência de dois anos, posteriormente, para voltar a categoria tradicional.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestra em ciências da linguagem pela Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo na mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR, onde já acumula anos de experiência e pesquisas sobre economia popular e direitos sociais.