Salário mínimo 2020: governo antecipa resolução e divulga valor do piso

Novo ano e novo salário para os brasileiros. Nessa terça-feira (31), o Governo Federal definiu o valor do salário mínimo para 2020. A partir de agora, serão pagos R$ 1.039 mensais, o que significa um acréscimo de 4,1% em comparação a 2019. A quantia ficou abaixo do proposto em abril, por meio do projeto Lei de Diretrizes Orçamentárias, que estipulava um piso de R$ 1.040.

Salário mínimo 2020: governo antecipa resolução e divulga valor do piso
Salário mínimo 2020: governo antecipa resolução e divulga valor do piso

Essa será a primeira vez em que o Brasil pagará mais de R$ 1 mil aos 49 milhões de trabalhadores que utilizam o salário como base, segundo dados do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos (Dieese).

Leia também: 13° salário: 5% das prefeituras deixaram pagamento para 2020 no Piauí

A medida provisória foi assinada pelo presidente Jair Bolsonaro, que reforçou seu comprometimento para com a classe. Segundo ele, o acréscimo visa estimular não só a economia, como também o mercado de trabalho.

Desde o início de sua gestão, Bolsonaro vem lançando propostas trabalhistas, como o projeto Verde e Amarelo, que também entrará em vigor esse ano, e visa aumentar o número de contratações entre jovens e adultos.

A definição do reajuste foi feita levando em consideração a variação da inflação, conforme exige a Constituição. O salário mínimo precisa ser recalculado, ao menos, pela variação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

Apesar do acréscimo de mais de R$ 40, os brasileiros não devem comemorar tanto pois, segundo o Ministério da Economia, o piso do salário mínimo em 2020 contempla somente as modificações de acordo com o INPC.

“A recente alta do preço da carne pressionou a inflação e, assim, gerou uma expectativa de INPC mais alto, o que está refletido no salário mínimo de 2020”, afirmou o governo em nota.

A instabilidade do INPC interferiu também nos projetos de reformulação do salário. O governo federal voltou atrás na medida de fixar o salário e continuará fazendo sua correção ano a ano, por meio da política de reajustes.

Desde 2011, ela vem sendo executada e leva em consideração não só a inflação, como também as variações do PIB. Nos últimos dois anos, por exemplo 2017 e 2018, o valor foi modificado apenas tendo como base a inflação porque o PIB dos anos anteriores (2015 e 2016) teve retração.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Salário mínimo 2020: governo antecipa resolução e divulga valor do piso

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA