Calendário do INSS 2020 já começa a valer em janeiro

No primeiro mês de 2020 começará a valer o calendário do INSS para os pagamentos referentes à liberação dos auxílios de aposentadoria, pensão, auxílio-doença, salário maternidade e auxílio reclusão pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social.

Calendário do INSS começa a valer em janeiro
Calendário do INSS começa a valer em janeiro

Em 2020, os depósitos dos benefícios continuarão seguindo as mesmas regras que já foram aplicadas em outros anos.

O cronograma segue dando prioridade para o pagamento de benefícios dos segurados que recebem até um salário mínimo, que é de R$998 neste ano. Mas no próximo ano está previsto para ficar em torno de R$1.031.

Leia também: Agências do INSS podem ser fechadas e criar crise nos atendimentos

Nesta esfera, de pagamento por um salário mínimo, o instituto realiza o depósito de um grupo por vez. 

Após o pagamento desse primeiro grupo, o instituto passa a pagar o segundo lote, onde se encaixam aqueles que recebem mais de um salário mínimo. Nesta categoria, são pagos dois grupos por dia no calendário do INSS.

Há outra segmentação utilizada pelo instituto para os pagamentos, neste é levado em conta também o número do cartão, que influencia nessa ordem de pagamento. Isso, pois o INSS utiliza o último número sem o dígito que se encontra no cartão após o traço.

Calendário do INSS 2020

No dia 27 de janeiro será feito o pagamento para o primeiro grupo. O calendário para os beneficiários que recebem até um salário mínimo seguirá até o dia 7 de fevereiro. Para aqueles que recebem acima disso, o pagamento vai começar no dia 3 de fevereiro.

Caso a data de pagamento caia em feriados ou finais de semana entrará na conta dos assegurados no dia útil seguinte.

Os pensionistas precisam ficar atentos ao prazo para a retirada do dinheiro, que é de até 60 dias para realizar o saque nas agências bancárias do país. O prazo começa a valer na data em que for realizado o depósito do benefício.

Caso o segurado não realize o saque durante o período estipulado, o dinheiro será devolvido para o INSS. Se acontecer, é necessário que realizar a solicitação de um novo depósito. 

Essa solicitação pode ser realizada pelo site, portal Meu INSS ou pela central telefônica 135.

Nesses portais, o beneficiário precisa informar dados como nome e CPF. Ao logar no site, o segurado precisa escolher a opção “Agendamentos/Requerimentos” e escolher “Novo Requerimento”.

Logo em seguida, selecionar “Atualizações para manutenção do Benefício e outros Serviços” e escolher “Solicitar Pagamento de Benefício não Recebido”.

Por telefone, o segurado pode ter atendimento de segunda-feira a sábado, das 7h às 22h, a ligação é gratuita se feita de telefone fixo e de celular será cobrado o preço de uma ligação local.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Calendário do INSS 2020 já começa a valer em janeiro

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA