Boleto do IPTU 2020 começa a ser entregue nas principais capitais

Em poucos dias o mês de janeiro vai chegar e milhares de brasileiros precisarão prestar conta do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU). Cobrado anualmente, o tributo é direcionado para aqueles que possuam imóveis registrados em seus nomes. O calendário de pagamento e definição de valores variam de acordo com cada região. Confira as informações já divulgadas sobre o boleto do IPTU 2020.

Boleto do IPTU 2020 começa a ser entregue nas principais capitais
Boleto do IPTU 2020 começa a ser entregue nas principais capitais

Em São Paulo, o imposto teve um reajuste de 3,5% e começará a ser cobrado já em janeiro. O prazo final de pagamento da primeira parcela é em fevereiro e quem optar pelo pagamento único e à vista contará com 3% de desconto.

Leia também: Negociar dívidas com os bancos até esse mês traz vantagens

Já em Belo Horizonte o boleto do IPTU 2020 começará a ser enviado a partir do dia 6 de janeiro. O reajuste foi de 3,91% e quem pagar a parcela única será contemplado com 5% de desconto que precisará ser quitada ainda em janeiro.

No Rio de Janeiro o reajuste também foi de 3,91% e o pagamento começará em janeiro. Na parcela única, o desconto será de 7% se pago à vista, ela precisa ser encerrada até fevereiro.

Programas e ofertas para o boleto IPTU 2020

É importante lembrar que os reajustes e valores não acontecem em todo o território nacional. Cada município define seu calendário e também as possibilidades de desconto.

Há cidades que estão aderindo a programas como o IPTU Verde que reduz o valor do tributo para aqueles que realizam ações de sustentabilidade.

Outra opção são os programas de notinha fiscais. Os contribuintes, ao fornecerem o CPF em compras de farmácia, supermercado, lojas, entre outras, podem acumular pontos que se transformam em descontos.

Para saber quais programas estão em vigor na sua cidade é preciso entrar em contato com a prefeitura por meio de seus canais de atendimento.

Cuidado com os descontos

Rômulo Brasil, especialista em direito do consumidor, ressalta a importância de colocar as contas no papel antes de quitarem os débitos.

Ele explica que mesmo com a oportunidade de descontos é preciso pensar se valerá a pena pagar os valores de uma única vez, por exemplo.

“Não adianta ir atrás de uma economia de 5%, 7% dependendo do seu município e esquecer que agora, na entrada do ano, virão diversos impostos, matrículas escolares, material escolar. Então, economiza do lado de cá, fura no banco do lado de lá e estará sujeito a pagar juros maiores”, afirmou.

 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Boleto do IPTU 2020 começa a ser entregue nas principais capitais

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA