Rendimento do FGTS para 2020 recebe mudanças; veja!

Trabalhadores assegurados pelo fundo de garantia deverão ficar atentos as mudanças no rendimento do FGTS em 2020. Na última semana, o presidente Jair Bolsonaro aprovou a lei que veta a distribuição de lucros do beneficio obtidos por meio de sua rentabilidade. A partir de agora, o repasse irá depender da saúde financeira do próprio fundo.

Rendimento do FGTS para 2020 recebe mudanças; veja!
Rendimento do FGTS para 2020 recebe mudanças; veja!

Em 2019, foi definido uma distribuição de 100% do lucro de R$ 12,2 bilhões sobre as contas do FGTS 2018. O acumulado de 6,18% teve uma porcentagem de juros fixos de 3% ao ano mais TR.

Foi a primeira vez em que o rendimento do FGTS ficou maior do que a poupança e acima da inflação de 3,75% registrada no último ano.

Leia também: Sem calendário novo FGTS causa transtorno no interior de SP

Para 2020 o esperado é que a rentabilidade seja ainda maior graças a queda da poupança que deverá ser mais elevada do que esse ano. Caso as expectativas sejam alcançadas, o FGTS permanecerá obtendo lucros maiores do que o investimento mais popular do país.

No primeiro ano da distribuição de lucros do FGTS, em 2017, o repasse foi de R$ 7,28 bilhões, levando o rendimento do fundo a 7,14%. Já em 2016 a rentabilidade do benefício foi de 6,29%.

Por fim, em 2018, o lucro de R$ 6,23 bilhões repassado para os trabalhadores gerou um rendimento de 5,59% nas contas cadastradas.

Um dos principais fatores responsáveis por tornar a rendabilidade do FGTS tão interessante foi a queda da taxa de juros esse ano, que resultou na redução das aplicações da poupança.

Conforme determina a regra em vigor desde 2012, quanto a Selic está abaixo de 8,5%, a correção anual da caderneta de poupança é limitada a um percentual equivalente a 70% dos juros básicos mais a Taxa Referencial (TR).

A partir de 2020 o rendimento do FGTS não será mais de 100%, como o fator que aconteceu neste ano.

O aumento foi inserido na medida provisória que liberou o saque parcial do fundo de garantia em 2019, mas quando a proposta foi aprovada e assinada pelo presidente, houve o veto no cálculo da distribuição. Reduzindo de 100% para 50%.

Ainda assim, devido a baixa da Selic e a rentabilidade menos vantajosa da poupança, o valor a ser distribuído ainda é interessante. A partir de abril de 2020 os trabalhadores poderão receber de 5% a 50% do saldo total do fundo de garantia, incluindo o reajuste.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Rendimento do FGTS para 2020 recebe mudanças; veja!

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA