Sem calendário novo FGTS causa transtorno no interior de SP

O pagamento do saque-imediato vem causando transtornos em São Paulo. Nessa segunda-feira (23), uma reportagem do Portal G1 revelou que os paulistanos estão sofrendo para poder receber o saque complementar, do novo FGTS. Liberado para os trabalhadores nascidos entre janeiro e outubro, a quantia diz respeito ao acréscimo de R$ 498 autorizado pelo presidente Jair Bolsonaro.

Sem calendário novo FGTS causa transtorno no interior de SP
Sem calendário novo FGTS causa transtorno no interior de SP

O pagamento está sendo realizado nas agências da Caixa Econômica Federal, que apresenta quadros de superlotação e longas filas de espera.

Leia também: Saque adicional de R$498 do FGTS: regras e funcionamento

Segundo a reportagem, inúmeros entrevistados se queixavam da demora e da falta de profissionais para fazer o atendimento. Uma das fontes informou que só tinha um único prestador Caixa para atender as demandas do FGTS.

“Atendimento péssimo, mais de uma hora aguardando, lotado. A Caixa não se programou com certeza“, disse o repositor de mercadorias, Ednaldo Aparecido dos Santos.

Rogério Gigante, mecânico, disse que apesar das explicações dos funcionários, a instituição poderia ter otimizado o atendimento oferecendo mais guichês para a modalidade.

Ele comparou o atendimento com o funcionamento de um supermercado, em que quanto mais clientes aguardam, mais número de atendes é necessário para suprir a demanda.

Teve gente que precisou ficar esperando para a retirada da ficha por mais de duas horas. Gravações feitas com o celular mostraram discussões entre as pessoas que estavam na fila esperando para ser atendido.

As informações transmitidas pelo G1 são da cidade de São Carlos, interior do estado de São Paulo. O novo FGTS não contou com calendário específico. Desde o dia 20 de dezembro todos que têm direito ao benefício puderam receber o montante.

Sobre o novo FGTS

O atual pagamento diz respeito aos R$ 498 liberados posteriormente pelo presidente. A medida foi aprovada apenas em dezembro, após o cumprimento de quase todo o calendário do FGTS para a modalidade.

Têm direito de receber o acréscimo todo o trabalhador que possuía um saldo no fundo de garantia entre R$ 501 e R$ 998. Mesmo quem já tinha retirado os R$ 500 concedidos inicialmente poderá ter acesso ao restante do valor.

O prazo máximo para recebimento é até 31 de março de 2020. Por ordem de calendário, os nascidos em novembro e dezembro puderam receber R$998 já no dia 18 de dezembro. Os demais foram liberados para o dia 20.

Recesso aumentou movimento, diz Caixa

Ao ser questionada sobre a superlotação, a Caixa informou que o recesso de fim de ano aumentou o número de pessoas nas agências. Em nota, a instituição informou que não reduziu o número de funcionários e que está trabalhando para otimizar o serviço.

 

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Sem calendário novo FGTS causa transtorno no interior de SP

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA