C6 Bank apresenta novidades na marca

O Banco digital C6 Bank trouxe para os seus clientes novidades. Aproveitando que cada vez mais os clientes procuram se associar aos bancos que oferecem agilidade e também transações com moeda estrangeira custando menos, o C6 Bank trouxe como opção a conta internacional. 

Novidades do Banco C6 Bank foram apresentadas
Novidades do Banco C6 Bank foram apresentadas

A nova conta internacional que o banco irá oferecer aos seus clientes é ligada a uma conta nacional, porém as duas funcionam de forma separada. Para usar a conta internacional, o usuário deverá realizar a transferência do valor em reais para a conta estrangeira. Após essa transferência o valor é convertido em dólares. 

O público que o banco pretende atingir são aqueles que viajam ao exterior com frequência, além de usuários que realizam compras em plataformas de marketplaces internacionais.

Leia também: Cartão de crédito C6 Bank: vale a pena pedir?

A bandeira do cartão é Mastercard e permite que o cliente realize saques em terminais de autoatendimento da rede Cirrus. O valor disponível para saque é de até 500 dólares por retirada. Diariamente, são limitados quatro saques com custo de 5 dólares cada.

Se a compra for feita em um outro país, cujo a moeda não seja o dólar, há uma conversão em dólar e o valor é debitado na conta internacional.

O novo produto C6 Bank não cobra dos usuários taxa de manutenção e nem mesmo anuidade do cartão de débito. Porém são cobradas taxas sobre as transações realizadas, uma porcentagem de 1,1% de IOF, com o adicional de 2% do spread cambial.

A transferência é realizada imediatamente, porém é necessário um mínimo de 100 dólares para a transação. O banco utiliza o valor do comercial para a conversão, já que o peso é mais baixo.

Por conta de questões burocráticas, essa conta só permite transferência, a partir da conta do próprio cliente do C6 no Brasil. Isso é válido mesmo que o cliente queira transferir recursos para algum parente que mora no exterior.

Esse produto será disponibilizado apenas para um grupo específico, inicialmente, porém o banco pretende ampliar de forma gradual aos seus clientes.

Sobre o C6 Bank

O C6 foi fundado no ano de 2018, e obteve licença do Banco Central no começo de 2019. Semelhante a outros bancos digitais, a instituição financeira não tem agências físicas e o atendimento oferecido aos seus clientes é inteiramente online.

O nome que foi dado ao banco é uma alusão ao elemento carbono, que está na tabela periódica, representado pela letra C, enquanto o 6 é o número atômico deste elemento químico.

O carbono é um dos átomos mais versáteis, podendo se unir de várias formas para criar as mais diferentes substâncias. O banco recebe esse nome, pois a proposta do C6 Bank é ser versátil para atender desde os clientes que buscam a máxima simplicidade, até o cliente que exige maior refinamento no serviço.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

C6 Bank apresenta novidades na marca

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA