Previdência dos estados: governadores se mostram preocupados

A ausência dos estados e municípios na reforma da Previdência preocupa governadores de alguns Estados do país. Os que mostraram preocupação com relação a isso foram Romeu Zema (Novo) que é governador de Minas Gerais, Eduardo Leite (PSDB) governador do Rio Grande do Sul e Ronaldo Caiado (DEM) governador do Estado de Goiás. Os governantes opinaram sobre a Previdência dos estados em entrevista ao Globo News. 

Previdência dos estados: governadores se mostram preocupados
Previdência dos estados: governadores se mostram preocupados

No mês de novembro a reforma da Previdência foi aprovada e entrou em vigor por meio do Congresso Nacional. Apesar disso, as novas regras para se aposentar não mudaram para os servidores estaduais e municipais do país. 

Uma medida, chamada “PEC paralela”, que facilita essa adesão de estados e municípios já foi aprovada pelo Senado e foi encaminhada à Câmara dos Deputados para votação. 

Leia também: Previdência do estado de São Paulo avança no Congresso

Em entrevista ao programa GloboNews Política, os governadores dos estados falaram de suas preocupações com relação a exclusão de estados e municípios na reforma.

O governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), afirmou que incluir estes governos regionais na reforma era a melhor solução, já que alguns terão dificuldade de aprovar uma nova Previdência dos estados.

Apesar disso, ele acredita que pela situação de Minas, que não está conseguindo pagar os salários dos servidores, os próprios servidores públicos estão começando a aceitar que a reforma é a melhor solução para que voltem a receber o seu salário mensal e o seu 13º salário, que não é pago desde o ano passado.

Já para o governador Eduardo Leite (PSDB) do estado do Rio Grande do Sul, a reforma precisava ser uniforme para que não houvesse comparação entre os estados que poderiam gerar problemas fiscais para a União.

O governador gaúcho também percebeu que a população está entendendo que a melhor saída é a reforma, pois a situação dos estados está ficando insustentável.

Para Ronal Caiado (DEM), governador do estado de Goiás não incluir esses entes na reforma dificulta muito, pois se a situação da Previdência na União já era grave. Os municípios e estados que estão inviabilizados terão mais dificuldade ainda.

Apesar de alguns representantes dos estados brasileiros mostraram indignação pelo fato de não estarem na reforma, outros governos como o de São Paulo e do Ceará, estão adotando a sua própria reforma da Previdência.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Previdência dos estados: governadores se mostram preocupados

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA