Novo Minha Casa Minha Vida promete mais benefícios aos selecionados

Assim como outros programas que beneficiam os brasileiros, o governo de Jair Bolsonaro pretende realizar mudanças e trazer um novo Minha Casa Minha Vida. Essas alterações prometem beneficiar com autonomia os cidadãos que serão selecionados.

Novo Minha Casa Minha Vida promete mais benefícios aos selecionados
Novo Minha Casa Minha Vida promete mais benefícios aos selecionados

O programa Minha Casa Minha Vida foi criado no ano de 2009, para subsidiar a casa própria para famílias de baixa renda e oferecer condições atrativas de financiamento para as moradias populares.

Atualmente, para ter acesso aos imóveis do programa existem duas formas, por financiamento ou concorrendo em sorteio.

Porém, o governo pretende fazer ajustes no programa e lançar um novo modelo. Nesse novo Minha Casa Minha Vida serão priorizados municípios com até 50 mil habitantes.

Acesse também: Setor imobiliário de Manaus lucra com Minha Casa Minha Vida

Outra novidade é a distribuição de vouchers para que os beneficiários definam como será o imóvel. Desde a escolha do terreno, número de cômodos, pintura, arquitetura e etc. Claro que fazendo as seleções com base nos limites determinados para cada caso. 

Segundo o ministro de Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, o valor desse voucher irá depender dos preços concorrentes no mercado imobiliário, no local da construção do imóvel. 

A ideia é que o programa libere um valor médio de R$60 mil por beneficiário. Haverá também três tipos de voucher distribuídos. 

O primeiro é o de aquisição, no qual o beneficiário poderá comprar o imóvel já pronto. O segundo é de construção, no qual os cidadãos poderão construir sua casa desde o início.  Já o terceiro tipo de voucher será o de reforma, no qual o dinheiro encaminhado para o brasileiro será usado para melhorar a casa ou ampliar a casa que já existe.

Atualmente, os beneficiários não tem essas opções, eles recebem a casa pronta da construtora.

Em entrevista a um programa de televisão da TV Brasil, Gustavo Canuto falou das vantagens desta nova medida.

“Muitas vezes a família precisa ou quer uma casa mais simples e maior. Outra, com cômodos menores e mais qualidade de acabamento. A gente quer deixar isso a critério do beneficiário”, afirmou.

Inicialmente, os vouchers seriam oferecidos para as famílias que tiverem uma renda mensal de até R$1,2 mil. Aqueles com rendimento entre R$1,2 mil a R$5 mil entrarão no programa de financiamento.

Canuto disse ainda que a ideia é oferecer juros baixos para criar mais competitividade no mercado.

O governo prevê que o programa resulte na construção de 400 mil unidades no próximo ano. Conforme dados da pasta, em 2019 245 mil imóveis foram entregue e 233 mil estão sendo construídos.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Novo Minha Casa Minha Vida promete mais benefícios aos selecionados

×
Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA