Aprovada correção no IPTU do DF

Moradores do Distrito Federal sofrerão reajustes o valor do IPTU 2020 do DF. Nessa quarta-feira (11), foi aprovado, em primeiro turno, o projeto de lei nº 753/2019 que determina uma atualização de 3,28% sobre o Imposto. A segunda votação acontecerá nessa quinta-feira e poderá validar a proposta.

Aprovada correção no IPTU 2020 do DF
Aprovada correção no IPTU 2020 do DF

De acordo com o texto enviado para a Câmara, o governo estima uma receita bruta de R$ 1,49 bilhões com o pagamento do tributo em 2020.

O novo cálculo de contribuição terá como base uma atualização monetária de 3,28% sobre o que foi cobrado ao longo de 2019.

Serão levados em consideração também os números do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), registrados entre setembro de 2018 a agosto de 2019.

Acesse também: Carnê do IPTU 2020: quando o boleto vai chegar?

Somente esse ano de 2019, segundo a Secretária de Economia do estado, 25% dos imóveis não prestaram conta do imposto. Tais estatísticas significam um rombo de aproximadamente 473 milhões no orçamento do governo.

O órgão informou ainda que até a primeira semana de novembro foram recebidos R$ 754.574.740, o que corresponde a 75% do valor total do IPTU.

Quem ainda não quitou a dívida está sendo convocado tanto por e-mail, quanto por ligação e correspondências. O prazo para quitar o tributo desse ano se encerra no fim do mês e aqueles que não cumprirem acumularão o valor juntamente com a parcela do IPTU 2020 do DF.

Para encerrar a dívida basta acessar o site da Receita do Distrito e solicitar uma nova via do boleto. O procedimento é realizado a partir do número de registro do imóvel e liberado imediatamente.

No portal, é possível também conferir as parcelas que estão em atraso, datas de pagamento e possibilidade de descontos, se disponíveis.

O contribuinte pode pagar o valor do imposto à vista ou optar pelo parcelamento. Segundo o governo, há a chance de dividir em até 60 vezes, desde que a mensalidade seja acima de R$ 47,76 para a pessoa física e R$ 159,89 para a pessoa jurídica.

Segundo os parlamentares, a região contabiliza  919.352 imóveis tributáveis e espera-se uma arrecadação total R$ 937.643.327 em 2020.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Aprovada correção no IPTU do DF

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA