Até quando vai o calendário do Bolsa Família de 2019? Veja aqui!

Nessa quarta-feira (11), começou o pagamento do 13º salário do Bolsa Família. Trata-se de uma parcela extra determinada pelo governo Jair Bolsonaro. Entretanto, o programa conta ainda com os pagamentos referentes ao mês de dezembro. As datas variam de acordo com o número do NIS, e são programadas no calendário do Bolsa Família.

Até quando vai o calendário do Bolsa Família de 2019? Veja aqui!
Até quando vai o calendário do Bolsa Família de 2019? Veja aqui!

Para saber qual o dia em que o benefício será concedido os cadastrados precisam estar atentos ao cartão do programa. Nele consta o Número de Identificação Social (NIS), utilizado na formulação do calendário. Recebem primeiro aqueles com o último digo 1 e assim sucessivamente até o fim.

Leia também: Fim do Bolsa Família: Novo nome do programa será anunciado

Para o mês de dezembro, o pagamento começou no dia 10 e vai finalizar a liberação dos saques até o dia 23, próximo ao Natal. A ideia é que o valor seja utilizado para trazer um fim de ano mais confortável às famílias.

Calendário do Bolsa Família dezembro

  • Final 1: 10/12
  • Final 2: 11/12
  • Final 3: 12/12
  • Final 4: 13/12
  • Final 5: 16/12
  • Final 6: 17/12
  • Final 7: 18/12
  • Final 8: 19/12
  • Final 9: 20/12
  • Final 0: 23/12

Valor do benefício

O valor da bolsa varia de acordo com a realidade de cada cadastrado. Famílias que tenham gestantes, crianças de até 6 anos, recém nascidos, jovens na escola, entre outros critérios, recebem auxílios à mais de acordo com os requisitos impostos pelo programa.

Para ter tais acréscimos é preciso atender as regras. No caso das crianças, elas precisam estar devidamente matriculadas e terem suas frequências ativas comprovadas pelas escolas.

Já as gestantes, precisam fazer o pré-natal nas unidades de saúde e manter os exames em dia. Recém nascidos também são acompanhados pelas visitas médicas.

Em caso de descumprimento dessas normas, a família será notificada e poderá ser desligada do programa. Há até três tentativas de reconciliação e posteriormente é entendido que o beneficiário não precisa mais do auxílio.

A mesma norma se aplica ao acumulo da bolsa. Quem não fizer o saque por mais de três meses será notificado e desligado, demonstrando que não há mais necessidade de receber o valor.

O programa atende mais de 13 milhões de famílias brasileiras que vivem em situação de baixa renda. No calendário do Bolsa Família deste mês, o último do ano, foi concedida pela primeira vez o pagamento em dobro. Com o adicional do 13° salário.

Com o crédito extra a média de depósito chega a R$383,54 por beneficiado, totalizando R$5 bilhões vindos do orçamento da União.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Até quando vai o calendário do Bolsa Família de 2019? Veja aqui!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA