Regularização de dívidas: saiba como começar 2020 com o nome limpo

Com o início de mais um ano chegando, um dos maiores desejos de brasileiros é ter a estabilidade financeira e ter seu nome limpo na praça para ter acesso à programas de crédito disponibilizados por bancos e empresas de todo o país. Tais pontos podem ser dificultados caso o interessado tenha o nome sujo em serviços de proteção de crédito. 

Regularização de dívidas: saiba como começar 2020 com o nome limpo
Regularização de dívidas: saiba como começar 2020 com o nome limpo

Para começar o ano com o nome limpo, várias empresas oferecem descontos e renegociações de dívidas. O processo para quitar esses débitos pode ser favorável, entendendo que com a negociação a taxa de juros pode diminuir e o valor final da dívida pode ter mudanças significativas.

Leia também: Poupança soma R$2,42 bi em depósitos no mês de novembro

Ter o nome sujo é um processo que assombra muitos. Como identificar? É muito simples. O fluxo é feito pelas empresas que enviam aos serviços de proteção de crédito o CPF do devedor e incluem em um sistema de restrições. Entre as mais conhecidas estão, o SPC e Serasa.

Dicas para começar o ano com o nome limpo

Algumas empresas já cadastradas em plataformas que auxiliam na quitação de débitos, como o programa Serasa Limpa o Nome – feito de forma online – pode ser um dos meios de tentar a renegociação dos débitos.

Os feirões também são feitos em diferentes formas. Para a obtenção de descontos, caso a empresa não esteja neste programa, é preciso entrar em contato e demonstrar interesse em negociação. 

Durante este processo é importante, antes de tudo, estar ciente sobre o que será feito. Ter em mente o valor total da dívida, já com os valores de juros calculados e ir em busca de um novo montante que seja favorável para ambos.

Em alguns casos, é interessante negociar a dívida em parcelas. Mas, para este meio, manter a disciplina sob as responsabilidades para não ter o nome sujo outra vez é fundamental. 

Quando começar? Para chegar na empresa com a proposta e renegociação é interessante apresentar alguma entrada, para isso, juntar o dinheiro de benefícios de fim de ano, como décimo terceiro e o saque-imediato do FGTS é uma boa saída.

Se não tiver um valor para entrada inicial, tente, o quanto antes, visualizar os gastos previstos para o próximo ano, em especial o primeiro trimestre, e busque a empresa para propor soluções dentro do seu orçamento atual.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Regularização de dívidas: saiba como começar 2020 com o nome limpo

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA