Previdência privada da Brasilprev tem aplicação a partir de R$100 

O investimento em fundos de empresa de Previdência privada vem se tornando cada vez mais uma opção para os trabalhadores que sonham com a aposentadoria no futuro. A empresa de Previdência privada Brasilprev, rede do Banco do Brasil, tem oferecido aos brasileiros aplicações com o piso mínimo de R$100. O que permite participação das classes baixas.

publicidade
Previdência privada da Brasilprev tem aplicação a partir de R$100 
Previdência privada da Brasilprev tem aplicação a partir de R$100 

 

Anos atrás mais de 60% da população brasileira planejava se aposentar com a Previdência pública do governo e apenas 6% tinha em mente a aposentadoria investindo em fundos de Previdência privada.

publicidade

Porém, as previsões de mudanças no sistema previdenciário público brasileiro fez com que aumentasse a procura dos trabalhadores pela opção privada.

Entre 2018 e 2019, 283 mil clientes que têm uma renda entre 2 mil e 8 mil reais adquiriram um plano da Brasilprev, que é a empresa de Previdência privada aberta no Banco do Brasil.

Leia também: Gastos com a nova Previdência podem subir 100%

O principal motivo da elevação da contratação desses planos, é a redução no valor que será aplicado pelo contratante e a simplificação. A quantia inicial a ser investida é de R$100. 

Isso fez com que muitos trabalhadores da classe C fossem atraídos para a contratação do serviço, aumentando as assinatura em 325 mil novos solicitantes. 

O superintendente de produtos da Brasilprev, Sandro Bonfim, falou um pouco dos clientes que a empresa procurava atingir. 

publicidade

“Estamos vivendo a segunda onda da previdência: se até então, mirávamos os clientes mais abastados, agora, ampliamos para uma base muito maior”, comenta Bonfim.

Para a ampliação dessa base, a empresa utiliza as agências do Banco do Brasil que têm como função explicar aos seus clientes as vantagens de adquirir os planos para a sua aposentadoria. 

O que chama atenção é a idade dos clientes que se interessam pelos produtos mais democráticos da empresa, em média eles têm 40 anos. Dez anos a menos que os investidores da Brasilprev, que têm em torno de 50 anos.

publicidade

A idade diminuí quando esses planos são contratados por aplicativos, atingindo o público de em média 38 anos.

Há um produto denominado premium, que utiliza como parâmetro para o rendimento a tabela progressiva do Imposto de Renda.

Para investir no plano o interessado deve desembolsar R$236, ou seja, duas vezes mais que o mínimo. 

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

publicidade

O dinheiro investido não é muito, porém algumas famílias estão fazendo um experimento investindo em fundos de plano de Previdência. Por isso é necessário que renda mais que a poupança para manter os clientes investindo ali.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.