Valor do salário mínimo justo, segundo Dieese, é divulgado e assusta

O Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômico (Dieese), divulgou nesta quinta-feira (5) uma estimativa de que o salário mínimo para uma família com 4 pessoas deveria ser de R$4.021,39, considerando os preços de itens básicos neste mês de novembro. 

Salário mínimo de novembro teria que alcançar mais de R$4 mil para sustentar famílias, diz Dieese 
Salário mínimo de novembro teria que alcançar mais de R$4 mil para sustentar famílias, diz Dieese

O levantamento é feito mensalmente pressupondo em qual valor o salário mínimo do país deveria estar para que pudesse atender as necessidades básicas de uma família brasileira. 

Os parâmetros consideram o que foi estabelecido pela Constituição como necessidade básica, por exemplo: moradia, alimentação, educação, saúde, lazer, vestuário, higiene, transporte e a Previdência Social.

Para realizar o cálculo do piso federal, são realizadas pesquisas do valor da cesta básica entre as 17 capitais do país. O valor mais alto da cesta foi visto na capital de Santa Catarina, Florianópolis, em que o valor chegou a R$478,68.

Leia também: Salário mínimo para 2020 ainda é incerto; veja possibilidades

Já os preços mais baixos, foram encontrados nas capitais de dois estados do Nordeste. Com cesta mais barata em Aracaju, no Sergipe, em que custa R$325,40 e em Salvador, na Bahia, valendo R$341,45.

No mês de outubro a pesquisa apontava que o salário deveria ser de R$3.978,63, quase quatro vezes maior que o atual salário mínimo. 

Em novembro, para manter uma família de quatro pessoas seria necessário um salário 4,03 vezes maior que o atual.

Apesar dessa necessidade, o salário mínimo não sofrerá um reajuste real no próximo ano, chegando a marca de em média R$1.031. De acordo com o orçamento enviado pelo governo ao Congresso Nacional em novembro.

O valor definido sofreu uma redução de R$8 reais em relação ao projeto de lei do Orçamento Geral da União, que previa o piso em R$1.039 para 2020. 

Esse aumento no salário federal será feito com base no Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), que é a inflação oficial do Brasil. No ano que vem o índice deve ficar em torno de 3,5%.

O salário mínimo serve como parâmetro de renda para mais de 45 milhões de brasileiros e apesar da alta não ser a prevista pelo o governo, essa é a primeira vez que o valor ficará acima de mil reais.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.