Como renegociar dívidas com o banco? Saiba!

Solicitações de créditos, empréstimos e cheques muitas vezes são uma grande ajuda para aqueles que estão passando por uma crise financeira. Entretanto, tais serviços acabam pesando posteriormente no bolso de quem os solicita, tendo em vista os altos juros e taxas exigidas pelas instituições financeiras. Fazendo com que o correntistas tenha dívidas com o banco.

Como renegociar dívidas com o banco? Saiba!
Como renegociar dívidas com o banco? Saiba!

Hoje, inúmeros brasileiros estão em dívidas com suas agências. Para negociar é preciso entender bem os procedimentos e estar por dentro, tanto dos gastos realizados, quanto das legislações que asseguram o contratante.

Leia também: Juros do cheque especial será cobrado mesmo sem uso do serviço 

Como negociar dívidas com o banco

  • Faça cálculos realistas

Saiba exatamente quanto poderá pagar ao banco. Antes de se apresentar para renegociar o valor, tenha anotado sua renda fixa, quanto entra na conta, valor das despesas do mês e quantia restante para poder quitar a dívida. Valores extras como o 13º e pagamentos de demais trabalhos não esperados devem ser reservados para poder pagar o banco.

  • Analise o contrato

Antes de assinar o contrato, esteja atento se não há nenhuma irregularidade quanto as cobranças de taxas. Caso identifique, é recomendado que se realize uma denúncia nos órgãos de defesa do consumidor e ao Banco Central. Na sequência, use o erro como um argumento para negociar o valor com a instituição financeira.

  •  Pesquise as condições oferecidas por outros bancos

Apesar de estar em dívida com uma instituição x, é possível que a mesma seja transferida para um outro banco. Por isso, se mantenha atualizado das ofertas da concorrência. Valor das taxas de juros, prazos, benefícios, entre outros, são pontos que devem ser considerados na hora de renegociar o débito.

  • Contate o banco da forma certa

Apesar dos serviços online, especialistas recomendam que esse contato de renegociação seja feito presencialmente. Eles afirmam que as soluções digitais padronizam o atendimento e não proporcionam uma boa oportunidade de conversa. Já pessoalmente é possível que o endividado possa propor mais soluções.

  • Analise a contraproposta do banco

Não aceite a proposta de forma imediata. Por mais positiva que ela pareça, avalie os cenários antes de assinar o contrato. Isso fará com que o banco lhe forneça uma contraproposta com valores e benefícios ainda melhores que a anterior.

  • Participe de feirões

Por fim, esteja atento ao calendário dos feirões. Estes eventos são uma ótima oportunidade para renegociar as dívidas com o banco e limpar o nome na praça. Normalmente, oferecem descontos de até 90%, inúmeras formas de parcelamento, redução de taxas e mais. Além disso, eles atendem a todas as instituições financeiras nacionais.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Como renegociar dívidas com o banco? Saiba!

Eduarda Andrade
Maria Eduarda Andrade é mestranda em ciências da linguagem na Universidade Católica de Pernambuco, formada em Jornalismo pela mesma instituição. Enquanto pesquisadora, atua na área de políticas públicas, economia criativa e linguística, com foco na Análise Crítica do Discurso. No mercado de trabalho, passou por veículo impresso, sendo repórter do Diario de Pernambuco, além de assessorar marcas nacionais como Devassa, Heineken, Algar Telecom e o Grupo Pão de Açúcar. Atualmente, dedica-se à redação do portal FDR.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA