Agenda do Desenvolvimento Social: o que é esse projeto?

Agenda de Desenvolvimento Social promete desenvolver ações que têm como objetivo ajudar os mais pobres no país. O projeto foi lançado na Câmara dos Deputados e já está apresentando efetividade. Na última semana, por meio dele, o Programa Bolsa Família passou a integrar a Constituição Brasileira, deixando de ser uma política de governo para se tornar uma política de estado. Ou seja, tendo garantia de continuidade.

publicidade
Agenda do Desenvolvimento Social: o que é esse projeto?
Agenda do Desenvolvimento Social: o que é esse projeto?

Trata-se de um cronograma de atividades que tem como objetivo equilibrar as ações de recuperação fiscal do Estado com a necessidade de auxiliar aqueles que estão em situação de pobreza e desigualdade social.

Seu funcionamento está baseado em cinco pilares: garantia de renda, inclusão produtiva, rede de proteção ao trabalhador, incentivo à governança responsável e promoção do acesso à água e ao saneamento.

publicidade

Leia também: CCJ da Câmara aprova garantia do Bolsa Família na Constituição

Segundo os parlamentares envolvidos, a Agenda terá como propósito reduzir o número de miséria no país, além de dar assistência aos brasileiros que não possuem condições financeiras e sociais de desenvolvimento. Eles afirmam que a principal prioridade do projeto será diminuir o impacto da crise econômica nos mais pobres.

Para estruturá-lo, foram realizados estudos que comprovaram que o número de pessoas em situação de extrema pobreza e de pobreza segue em crescimento.

Segundo os dados levantados, em 2012, o Brasil tinha 5,8 milhões de cidadãos em extrema pobreza e 16 milhões em pobreza. Em 2017, esses números subiram para 11,8 milhões e 22,6 milhões, respectivamente.

Principais pontos da Agenda do Desenvolvimento Social

  • Bolsa Família

A primeira atividade estava relacionada ao Bolsa Família. O projeto veio trabalhando para integrá-lo na Constituição e conseguiu a aprovação na última semana. O argumento utilizado para tal medida é que o programa, ao se tornar uma política de estado, deixará de ficar vulnerável aos desdobramentos dos governos em anos políticos.

publicidade
  • Primeira infância

O programa também visa instaurar um projeto de lei que tem como objetivo fornecer benefício para a primeira infância. Ele terá como foco criança do 0 aos 5 anos e pretende atender cerca de 3,1 milhões de brasileiros.

  • Programas sociais no sistema produtivo
publicidade

Outra atividade será a inclusão produtiva por meio da educação técnica para o mercado de trabalho. A proposta pretender criar um fundo de poupança compulsória individual e também atualizar o abono salarial de seus contemplados.

Clique aqui e aperte o botão "Seguir" para você ser o primeiro a receber as últimas informações sobre este assunto no seu celular!

Por fim, o programa também planeja desenvolver atividades ligadas ao abastecimento de água e ao saneamento básico.

publicidade

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!