Poupança menor que a inflação: como isso atinge o seu bolso!!

Milhares de brasileiros reservam mensalmente uma parte de sua renda para investir na poupança. O investimento já faz parte do dia a dia e se torna uma das formas mais comuns de rendimento. Com possíveis cortes no Banco Central, a poupança pode perder para inflação e se tornar uma aplicação inviável.

Poupança menor que a inflação: como isso atinge o seu bolso!!
Poupança menor que a inflação: como isso atinge o seu bolso!!

Na prática, os investidores que recorrem ao método estarão perdendo dinheiro. Apesar da segurança e já facilidade do investimento, especialistas afirmam que com mudanças a poupança não terá a mesma efetividade e rendimentos, já que estará abaixo da inflação.

Hoje, a Selic está em 5% ao ano e o Banco Central já sinalizou que a taxa deve cair em dezembro para 4,5% ao ano. Projeção para o inicio de 2020 é de atingir esse mesmo número.

Veja também: Rentabilidade da NuConta é maior que a poupança? Saiba aqui!

Com isso, os rendimentos da poupança vão passar de 3,5% para 3,15% ao ano. Já a inflação, calculada pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), deve fechar 2019 em 3,31% e 2020, em 3,60%, de acordo com estimativas do mercado financeiro.

A poupança menor que a inflação resulta em uma mínima taxa de rendimento. Esse tipo de investimento, como a poupança, é considerada de baixo risco, mas com maior liquidez, passam a ser mais indicados para manter a reserva de segurança.

Caso o investidor queira ter maiores retornos, será necessário correr mais riscos, colocando parte do dinheiro em renda variável, como ações.

A situação está sendo avaliada com os possíveis cortes do Banco Central. Em sua característica, a poupança perde atratividade conforme cai a taxa básica de juros, que atualmente está em 5% ao ano. Com o cenário de incertezas no BC, é possível que ela perca para a inflação.

Em comparação com o cenário projetado por Paulo Guedes, ministro da economia, que previa a Taxa Selic com o valor de 4% para 2020, sendo a poupança rendendo 2,8%, quase 1 ponto percentual abaixo da inflação. Este cenário defendido pelo governo ainda é passível de mudanças, tendo em vista as projeções divulgadas por outros índices.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Poupança menor que a inflação: como isso atinge o seu bolso!!

REDAÇÃO
Cobertura e repercussão de assuntos que impactam o bolso de todos os brasileiros. A redação do FDR.com.br traz diariamente assuntos relevantes de uma forma descomplicada e confiável.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA