Bancos tradicionais reagem a disseminação das fintechs

Cada vez mais as fintechs vem crescendo no mundo e assim estão competindo diretamente com os bancos tradicionais, que atualmente precisam se reinventar para não perder os clientes para esse novo modelo de financeira.

Bancos tradicionais reagem a disseminação das fintechs
Bancos tradicionais reagem a disseminação das fintechs

Segundo o Radar Fintech Lab, o Brasil é considerado atualmente um dos maiores ecossistemas de fintechs do mundo.Desde 2018, o país conta com uma gama de mais de 450 startups focadas em soluções financeiras.

Vendo esse crescimento das fintechs, os bancos tradicionais procuram moldar novas formas de negócio, de forma rápida, para atender as novas necessidades dos seus clientes e bater de frente com as rivais.

Leia também: Empréstimo do Banco Inter não faz consulta ao SPC/SERASA

Com isso bancos como Santander, Bradesco, Itaú, Caixa, Banco do Brasil e outros, começaram a apostar no internet banking e na digitalização dos seus serviços.

O internet banking é um ambiente bancário, em que o cliente consegue realizar transações sem ir até a agência. Fazendo a consulta de saldo, extrato, transferências, pagamentos e muitas outras funções que antes só eram feitas no atendimento físico.

Uma outra aposta desses bancos é uma assistente com inteligência virtual para ajudar os clientes. O banco do Bradesco, por exemplo, tem a BIA.

A ideia é que essa assistente consiga solucionar dúvidas e problemas comuns dos clientes da forma mais natural possível, fazendo com que a experiência do usuário com a instituição seja melhor.

Uma pesquisa da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), mostra que seis em cada dez transações bancárias já são realizadas pelo celular ou pelo computador no país, dado o volume de serviços disponíveis pelas plataformas móveis.

O número de contas que usam mobile banking no Brasil saltou de 57 milhões em 2017 para 70 milhões no ano passado.

Com isso, os bancos estão facilitando até a abertura de contas, já que nas fintechs ela é feita de forma digital e sem burocracia. As instituições financeiras tradicionais estão proporcionando essas possibilidades aos seus clientes também.

Em 2018 os cinco maiores bancos do país, responderam por 81,2% dos ativos totais do segmento bancário comercial.

Atualmente, os bancos digitais como o Nubank, Inter e outros somam milhões de contas digitais. Só o Banco Inter tem 2,5 milhões de usuários ativos.

E a cada dia esses bancos registram mais aberturas de contas, pela facilidade que oferece para os clientes, e muitas vezes pelas tarifas mais baixas.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

Bancos tradicionais reagem a disseminação das fintechs

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Atualmente, é redatora do portal FDR, produzindo pautas sobre economia popular e finanças.
×

Este cartão de crédito sem anuidade está selecionando pessoas para receber possível limite agora!

VER AGORA