Mudanças no abono salarial após a reforma da Previdência? Entenda!

A reforma da Previdência, que foi proposta pelo governo de Jair Bolsonaro e aprovada no último mês. Além de prever mudança nas aposentadorias do INSS, previa mudanças também no abono salarial do PIS/Pasep.

Mudanças no abono salarial após a reforma da Previdência? Entenda!
Mudanças no abono salarial após a reforma da Previdência? Entenda!

O abono salarial do PIS/Pasep é um benefício que funciona como um 14º salário pago a trabalhadores de baixa renda. Atualmente, ele é concedido a quem recebe, em média, até dois salários mínimos, ou seja, R$ 1.996.

Veja também: Pagamento do abono salarial não será mais exclusividade da Caixa e do BB

No texto da reforma da Previdência, o governo queria que o abono salarial fosse pago apenas para os trabalhadores que ganhassem até um salário mínimo mensal, ou seja, R$998.

E o valor a ser recebido continuaria variando de acordo com o tempo de trabalho.

Com isso, se trabalhou o ano todo, recebe o valor cheio, equivalente a um salário mínimo, R$ 998. Agora, se trabalhou um mês, ganha proporcionalmente, ou seja, 1/12 do salário mínimo. Da mesma forma adotada para os dias de hoje.

A ideia de restrição do benefício não foi aceita por parte dos senadores. Então o relator da reforma na Câmara, deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), propôs que o trabalhador com direito ao benefício tivesse renda mensal de até R$ 1.364,43, maior do que o que foi proposto pelo governo e aprovado pelos deputados.

Apesar dessa mudança que aumentava o valor, o plenário do Senado retirou da reforma a proposta de mudar as regras de concessão do abono salarial.

Com isso as regras antigas continuam em vigor, sem alterações.

Porém para receber o abono há alguns critérios, é preciso ter trabalhado com carteira assinada por pelo menos 30 dias no ano anterior e ter ganhado no máximo, dois salários mínimos por mês.

Além disso é preciso estar inscrito no PIS/Pasep há pelo menos cinco anos e a empresa na qual trabalhava ter informado seus dados corretamente ao governo.

Para saber se tem direito ao abono salarial, é possível fazer a consulta. Aos trabalhadores de empresas privadas (PIS), é necessário entrar no aplicativo ou no site da Caixa e consultar o pagamento.

Caso não seja possível, o trabalhador pode ligar no telefone de atendimento da Caixa: 0800 726 0207.

Já os servidores públicos (Pasep), precisam ligar para a central de atendimento do Banco do Brasil nos telefones: 4004-0001, capitais e regiões metropolitanas; 0800 729 0001, demais cidades e 0800 729 0088, para deficientes auditivos, para conferir se tem direito.

MAIS LIDAS

×

Deixe as notícias mais recentes encontrarem você

Você pode ficar a par das melhores notícias financeiras e atualizado dos seus direitos com apenas uma coisa: o seu email!

Jheniffer Freitas
Jheniffer Aparecida Corrêa Freitas é formada em Jornalismo pela Universidade de Mogi das Cruzes. Atuou como assessora de imprensa da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo e da Secretarial Estadual da Saúde de São Paulo. Há dois anos é redatora do portal FDR, onde acumula bastante experiência em produção de notícias sobre economia popular e finanças.