O WhatsApp é o aplicativo de mensagens mais popular do mundo, somando mais de 1,5 bilhão de usuários. Com isso o aplicativo é um dos preferidos para a disseminação de spam como: promessas de brindes, falsas promoções, descontos, cupons entre outros. Informações falsas e fake news utilizadas por quadrilhas como forma de aplicação de golpes do WhatsApp.

Golpe do WhatsApp: como não cair em falsas promoções
Golpe do WhatsApp: como não cair em falsas promoções

Com a aproximação da Black Friday, as promoções falsas ganham ainda mais força, principalmente no compartilhamento dessas mensagens.

Leia também: Sabe o que é phishing? Conheça um dos golpes mais comuns da internet

Uma das promoções falsas que circula pelo WhatsApp é envolvendo a Melissa, marca de calçados femininos. Nessa mensagem é prometidos 1,5 mil pares de sapatos grátis. A promoção falsa já tem mais de 60 mil acessos e compartilhamentos.

A segunda promoção falsa que já teve mais de 11 mil interações é sobre a Tramontina, fabricante de utensílios de cozinha. Na corrente são oferecidos 3 mil jogos de panelas grátis.

Mas não são apenas esses tipos de promoções falsas que envolvem os golpes do WhatsApp, há também o oferecimento de cartão de crédito para as pessoas que estão com o nome negativado.

O texto conta que o Banco Santander está distribuindo cartões sem consulta ao SPC/Serasa e com brinde de R$ 700 para as pessoas que responderem o questionário e compartilharem.

Além desses golpes existem inúmeros outros que circulam diariamente pelo aplicativo. Com isso é necessário que os usuários se protejam, para não correr riscos.

Desconfie desse tipo de mensagem, mesmo que a promoção enviada tenho sido por um amigo ou alguém da família. Promoções que parecem boas demais, também merecem desconfiança.

Evite clicar diretamente nos links, procure antes informações sobre ofertas e promoções no site da marca que foi mencionada.

Caso ainda tenha dúvidas, ligue para a central de atendimento ao cliente da empresa, que foi mencionada e pergunte sobre a promoção. Lá eles te dirão se realmente estão realizando algo ou não.

O link da promoção também deve ser analisado. Geralmente, sites seguros, tem de início em sua URL, o código HTTPS e não HTTP.

A letra S, presente no HTTPS, representa uma camada de segurança. Isso é muito importante principalmente quando for necessário inserir dados pessoais.

Além disso, é muito importante ter um antivírus em seu computador ou celular, ele irá identificar alguns sites com vírus.

Os golpistas usam dessas correntes virtuais para roubar dados pessoais dos usuários da rede, e vender ou clonar.