Seguindo a linha de seus concorrentes diretos, o banco Bradesco também lançou um cartão de crédito na modalidade pré-pago, em que não há consulta ao SPC ou comprovação de renda. O cartão lançado pelo banco é o Bradesco DIN, um cartão pré-pago, em que o único pré-requisito é a exigência que o cliente seja maior de 14 anos.

Cartão pré-pago Bradesco: aprovação sem consulta ao SPC
Cartão pré-pago Bradesco: aprovação sem consulta ao SPC

O cadastro pode ser feito pela internet ou pelo aplicativo, que está disponível para Android e iOS. O cliente terá que preencher algumas informações pessoais, mas não é realizada nenhuma consulta ao SPC ou Serasa.

Leia também: Fechamento de 300 agências do Bradesco preocupa correntistas

As vantagens que o cartão oferece aos seus usuários são: não é necessário ter uma conta bancária aberta, dispensa a análise de CPF ou renda e o cartão é internacional, pode ser utilizado para compras em lojas físicas e em sites de e-commerce.

Com ele o cliente pode assinar serviços de streaming como Netflix e Spotify. Além disso dá direito a 50% de desconto nos ingressos de cinema na rede Cinemark, na pipoca e no refrigerante, em todo o Brasil.

E por meio do Portal exclusivo ou pelo aplicativo Bradesco DIN, que está disponível para Android e iOS, é possível fazer o controle da conta.

Por ser um cartão pré-pago algumas de suas funções são limitadas e até cobradas. Para a emissão do cartão o cliente precisa pagar uma taxa de R$15 reais.

Se o cliente não for correntista do Bradesco, só poderá realizar depósitos na rede Bradesco Expresso, com 65 mil pontos espalhados no Brasil

No entanto, se o cliente for correntista do banco, poderá fazer transferência de diversas formas, seja pelo aplicativo, pela agência, caixa eletrônico ou no Banco24Horas.

O cartão pré-pago possui a mesma função e segurança de um cartão de crédito, para usá-lo é sempre a função crédito que deve ser utilizada na maquininha.

As taxas de manutenção do serviço, realização de TED, outras transações e saques são cobradas pelo banco.

Caso o cartão fique inativo por seis meses, sem realizar qualquer transação ou movimentação e sem ter crédito, ele será cancelado automaticamente.