A fintech brasileira Nubank anunciou recentemente a versão para pessoas jurídicas da NuConta, chamada de Conta PJ. O objetivo é alcançar os freelancers, MEI (Microempreendedor Individual), profissionais autônomos e profissionais “pejotizados” (que são contratados como pessoas jurídicas).

Conta PJ da Nubank é voltada aos microempreendedores
Conta PJ da Nubank é voltada aos microempreendedores

De acordo com a empresa, a Conta PJ vem para facilitar a vida das pessoas que precisam de uma conta jurídica para receber os valores dos seus serviços, e que não tem a infraestrutura de grandes empresas para lidar com a burocracia necessária.

Como funciona a conta digital PJ do Nubank?

A Conta PJ ainda está em fase de teste, de acordo com o Nubank, o serviço será disponibilizado somente após ouvir os feedbacks dos clientes “queremos ouvir os primeiros clientes e usar sua opinião para melhorar o produto.”

Leia mais: Nubank lidera ranking de App de conta digital com mais downloads

Além disso, o Nubank convida os clientes para fazerem parte do desenvolvimento do novo serviço. “queremos também convidar alguns clientes que estiverem dispostos a falar conosco e nos ajudar a pensar em soluções que resolvam os problemas que eles estejam enfrentando no dia a dia.”

Segundo Julia Martini, Líder do Conta PJ no Nubank, após estudos de mercado, acharam três pontos negativos sobre abertura de uma conta para pessoas jurídicas e pretendem solucionar:

1. Processo de abertura complicado para conta PJ;
2. Pacotes de serviços desnecessários e cobranças extras;
3. Atendimento ruim e sem empatia com quem tem um pequeno negócio ou é pejotizado.

A versão inicial terá funções similares às oferecidas atualmente pela NuConta (para pessoas físicas) – como transferências gratuitas para outros bancos e entre contas do Nubank, pagamento de boletos e tributos, depósito via boleto e a função “cobrar dinheiro”.

Se você é cliente NuBank e se encaixa no perfil, pode se inscrever em uma lista de espera e ser uns dos primeiros a testar o serviço.