A antecipação do Fundo de Garantia de Tempo de Serviço (FGTS) vem como um presente de fim de ano não só para os beneficiários, mas também para a economia nacional. Segundo dados fornecidos pela Caixa Econômica Federal, até o último sábado (26) mais de R$ 16,9 bilhões foram retirados. Essa quantia diz respeito ao saque-imediato, medida proposta pelo governo Bolsonaro que oferece R$ 500 aos trabalhadores.

Saque do FGTS movimenta positivamente economia do país, segundo presidente da Caixa
Saque do FGTS movimenta positivamente economia do país, segundo presidente da Caixa

Durante entrevista coletiva concedida aos veículos de comunicação Correio do Povo, à Rádio Guaíba e à Record TV, na cidade de Porto Alegre. O presidente da Caixa Econômica Federal, Pedro Guimarães, falou a respeito da liberação parcial do fundo de garantia e das duas modalidades de saque.

Leia mais: Vai sacar o FGTS? Entenda a diferença entre o saque imediato e o saque-aniversário

Guimarães disse que a equipe econômica do país estudou o cenário da proposta antes de liberar os pagamentos. E com isso, a previsão é de movimentar a economia em curto e longo prazo. Na modalidade de saque imediato, para as contas do fim do ano os trabalhadores contarão com até R$500. E na opção de recebimento anual estes terão a garantia do dinheiro no mês de aniversário.

“O grande impacto é exatamente de as pessoas pagarem as contas, limparem seus nomes e isso gera uma confiança até de consumo depois”, ressaltou o presidente da Caixa.

Os trabalhadores nascidos em janeiro, fevereiro e março já podem retirar o valor do benefício e os demais farão o saque do FGTS até o mês de dezembro deste ano. Até agora, a Caixa atendeu aproximadamente 42% dos 96 milhões de brasileiros que têm direito ao pagamento.

Segundo o último balanço divulgado pelo banco, já foram liberados cerca de 42% do total de benefícios. Ao converter, o valor dá uma média 40 bilhões já disponíveis nas mãos da população.

Visando otimizar o atendimento devido ao grande fluxo de pessoas que desejam retirar parte do fundo, as agências Caixa e demais representantes tiveram seus horários estendidos na última sexta-feira (25), sábado (26) e segunda-feira (28).

Segundo os representantes, mesmo com o crescimento considerável de atendimento para saque, o serviço está sendo efetuado de forma passiva e sem demais problemas.

Antecipação do saque do FGTS

O pagamento que estava previsto para março de 2020, foi antecipado no começo deste mês e desde então vem movimentando os setores econômicos. Segundo o novo cronograma apresentado, todos receberão a quantia até o fim de dezembro, porém aqueles que desejarem sacar posteriormente terão até o dia 31 de março de 2020.

“Inicialmente esse saque estava previsto para acontecer até março do ano que vem. A primeira onda foi com os clientes que possuem conta na Caixa, e aí nós iniciamos recentemente o pagamento dos clientes não correntistas. A decisão de antecipar é que a gente consiga pagar todos os beneficiários em 2019” afirmou Diego Carneiro, gerente executivo da Caixa.

Avaliação comercial

Para Cid Alves, presidente do Sindicato dos Lojistas, a decisão é extremamente positiva e trará muitos benefícios para o comércio. “Cada um dos que recebe, tendo R$ 500 na mão, claro que vai fazer compras no varejo ou pagar dívidas e voltar ao mercado consumidor”, argumentou. A expectativa é que os número avancem mediante ao saque dos demais beneficiários.