IRPF 2020: Saiba como aumentar a sua restituição do Imposto de Renda

Com a crise atual do coronavírus todos estamos buscando maneiras de reduzir despesas e aumentar as receitas. Saiba como utilizar a sua declaração anual do imposto de renda para conseguir uma restituição maior em 2020.

imposto de renda

É na declaração anual que a Receita Federal confere com cada contribuinte o valor do Imposto de Renda devida a cada contribuinte.

publicidade

Quando esse valor é menor que o total pago à receita no último exercício, acontece a restituição do IR. O valor pode ajudar a fechar as contas de quem está recebendo menos devido à epidemia atual.

SAIBA MAIS: Saiba como declarar compra e venda de imóvel no Imposto de Renda 2020

Para te ajudar a conseguir uma restituição maior e mais justa, separei algumas dicas de ouro na hora de preencher a sua declaração.

publicidade

Sempre que possível separe as declarações da família

Mesmo que seja mais prático e rápido declarar em conjunto com o cônjuge, isso só é recomendado caso um dos dois tenha pouca ou nenhuma renda tributável. Assim o imposto total não seria alterado.

Por outro lado, fazendo declarações separadas, nos casos em que os dois têm renda tributável, vocês conseguem alíquotas menores em cada declaração.

Como as rendas do casal serão somadas e alíquotas de IR são progressivas, maiores quanto maior o rendimento, fazer a declaração em conjunto pode aumentar o imposto devido e diminuir a sua restituição.

publicidade

O mesmo raciocínio vale para quem tem filhos que recebem pensões. Dependendo do valor total da pensão, pode ser mais vantajoso fazer uma declaração para cada beneficiário do que incluir os filhos como dependentes.

Gastos com Home Office podem ser deduzidos

Para os profissionais autônomos que trabalharam de casa, podem usar as despesas ligadas à atividade profissional para abater do IR.

Para isso é preciso informar os gastos no livro-caixa e comprovar com as notas fiscais. Gastos como água, luz, telefone etc podem entrar na lista.

SAIBA MAIS: Imposto de Renda sobre ações: como declarar investimentos?

Para quem começou esse ano à trabalhar de casa, é uma boa ideia já começar a guardar as notas fiscais dos gastos para usar na próxima declaração.

É importante lembrar que para fazer a dedução é preciso que as despesas estejam diretamente ligadas à sua atividade como autônomo.

Despesas com saúde e educação

Estes são os principais gastos usados para dedução do imposto, as despesas podem ser do contribuinte ou dos dependentes.

Tirando os gastos com remédios em farmácias, todas as despesas com saúde pode ser deduzidas sem limite. Desde o plano de saúde até emergências como internações e exames, mas precisam ser comprovadas pelos recibos e notas fiscais.

Os gastos com educação também podem ser bem amplos, é possível utilizar mensalidades desde a educação infantil e creche até pós-graduação e doutorados.

A única limitação é o teto individual de R$ 3.561,50 anuais por cada pessoas, contribuinte ou dependentes.

Lembrando que gastos com material escolar, cursos extracurriculares e outros custos da educação como transporte não são elegíveis para a dedução.

Previdência Privada PGBL

Realizar aportes em uma previdência privada do tipo PGBL também é uma ótima estratégia para conseguir uma restituição maior todos os anos.

Para utilizar o benefício fiscal da melhor maneira é importante colocar alguns fatores na balança.

Primeiro, o ideal é fazer aportes para aposentadoria ou objetivos mais longos. Pois ao fazer o resgate o IR incidirá sobre todo o valor no fundo de previdência.

Segundo, é importante pesquisar fundos de previdência com taxas de administração menores, como o prazo é maior o custo final das taxas vai ser maior também.

SAIBA MAIS: Coronavírus: previsões para economia brasileira nos próximos meses

Terceiro, escolha a tabela de tributação correta, a progressiva é mais indicada para quem é isento de IR. A regressiva é na maioria dos casos a melhor escolha, mas é necessário fazer o investimento com um horizonte de pelo menos 10 anos.

Outro detalhe é que a previdência pode ser feita em nome de um outro beneficiário. Uma previdência para educação dos filhos, por exemplo, além de te ajudar a poupar todos os meses ainda te ajuda na restituição do IR.

Você gostou deste conteúdo? AVALIE:

Avaliação média: 0
Total de Votos: 0

IRPF 2020: Saiba como aumentar a sua restituição do Imposto de Renda

Sandro MessaSandro Messa
Sandro Messa possui bacharelado em Ciências e Humanidades e Ciências Econômicas pela Universidade Federal do ABC (UFABC). No mercado de trabalho, tem passagem pelo Banco Mercantil do Brasil, como gerente de relacionamento. Atuou também como assessor de investimentos no Itaú Personnalité e na XP Investimentos. Atualmente, trabalha como Consultor Financeiro e dedica-se à redação do portal FDR.